SC Braga derrota Estoril nos penáltis e conquista a terceira Taça da Liga do seu palmarés
Miguel Nunes

Allianz Cup SC Braga derrota Estoril nos penáltis e conquista a terceira Taça da Liga do seu palmarés

NACIONAL27.01.202422:05

Cassiano, de penálti, adiantou os canarinhos no marcador, mas Ricardo Horta, ainda na primeira parte, devolveu a igualdade à partida; no desempate através da marca dos 11 metros, os arsenalistas não desperdiçaram qualquer castigo máximo, com a 'fava' a sair a Tiago Araújo do lado dos estorilistas

Final da partida! SC Braga 1 Estoril 1 (5-4 no desempate por penáltis)

O SC Braga superiorizou-se ao Estoril no desempate por penáltis e conquistou a 17.ª edição da Taça da Liga. Ricardo Horta, João Moutinho, Abel Ruiz, Pizzi e Al Musrati concretizaram os respetivos castigos máximos para os arsenalistas, o mesmo acontecendo com Volnei, Alejandro Marqués, Heriberto Tavares e Wagner Pina do lado dos canarinhos. Apenas Tiago Araújo não conseguiu ser feliz da marca dos 11 metros e, dessa forma, os guerreiros do Minho erguem o troféu pela terceira vez na sua história.

Falha Tiago Araújo! (5-4)

Marca Al Musrati! (5-4)

Marca Wagner Pina! (4-4)

Marca Pizzi! (4-3)

Marca Heriberto Tavares! (3-3)

Marca Abel Ruiz! (3-2)

Marca Alejandro Marqués! (2-2)

Marca João Moutinho! (2-1)

Marca Volnei! (1-1)

Marca Ricardo Horta! (1-0)

Vai começar o desempate por penáltis...

Final do tempo regulamentar! SC Braga 1 Estoril 1

A 17.ª edição da Taça da Liga vai ser decidida nos penáltis. Depois dos golos de Cassiano (aos 6 minutos, de penálti) e de Ricardo Horta (20'), não mais os artistas das duas equipas voltaram a encontrar o caminho certo para festejar e a segunda parte deixou mesmo muito a desejar no que à qualidade de jogo diz respeito. Seguir-se-á, então, o desempate através dos pontapés da marca da grande penalidade.

90+6': Remate de longe de Ricardo Horta, com a bola a sair ao lado do poste direito da baliza de Dani Figueira.

90+5': Remate de meia distância de Heriberto Tavares, muito ao lado do poste direito da baliza defendida por Matheus.

90+4': Cartão amarelo a Alejandro Marqués (Estoril).

90+1': Pontapé de canto cobrado por Pizzi, do lado direito, e Paulo Oliveira, ao segundo poste, a ganhar nas alturas e a cabecear por cima da barra.

Seis minutos de tempo adicional mínimo

Nas bancadas não falta apoio às duas equipas. Mesmo em clara minoria, os adeptos do Estoril têm sido incansáveis ao longo de toda a partida. Do lado contrário, também os aficionados do SC Braga têm tentado empurrar a equipa para a vitória. Mas, ao que parece, esta Taça da Liga vai mesmo ser decidida nos penáltis... Estamos em cima do minuto 90! 

85': Substituição no Estoril, com a saída de Rafik Guitane para a entrada de Heriberto Tavares.

84': Grande oportunidade para o SC Braga! Assistência de Abel Ruiz e Pizzi, já no interior da área, rematou para uma excelente intervenção de Dani Figueira.

83': Muitos protestos dos jogadores e do banco de suplentes do Estoril! O lance que motivou estas reações surgiu na sequência de um cruzamento da esquerda de Tiago Araújo que foi intercetado por Paulo Oliveira. Os canarinhos queixaram-se de uma mão do médio arsenalista, mas, depois de ouvir o VAR, Fábio Veríssimo mandou jogar.

78': Remate de ressaca de João Moutinho, de fora da área, mas a bola ganhou muita altura e saiu por cima da barra da baliza defendida por Dani Figueira, não oferecendo qualquer perigo ao guarda-redes estorilista.

77': Dupla substituição no SC Braga, com as saídas de Vítor Gómez e José Fonte para as entradas de Joe Mendes e Serdar.

68': Dupla substituição no SC Braga, com as saídas de Vítor Carvalho e Rodrigo Zalazar para as entradas de Al Musrati e Pizzi.

64': Cartão amarelo a Ricardo Horta (SC Braga).

63': Substituição no Estoril, com a saída de Pedro Álvaro para a entrada de Volnei.

62': Cartão amarelo a Rafik Guitane (Estoril).

59': Dupla substituição no Estoril, com as saídas de Koba Koindredi e Cassiano, para as entradas de Holsgrove e Alejandro Marqués.

56': Substituição no SC Braga, com a saída de Álvaro Djaló para a entrada de Roger Fernandes.

54': Passe longo de Koba Koindredi para João Marques, o jovem médio português fletiu ligeiramente da esquerda para o centro e, junto à quina da grande área, sensivelmente, visou a baliza de Matheus, mas o remate, apesar de forte, saiu muito por cima da barra.

52': A primeira aproximação à baliza nesta segunda parte pertenceu ao Estoril, com Koba Koindredi a tentar a sua sorte de meia distância, mas o remate do médio francês dos canarinhos saiu bastante ao lado do poste direito.

Estão 18.989 espectadores no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria. Os números oficiais divulgados pela Liga correspondem a 90% da taxa de ocupação do recinto leiriense.

Artur Jorge e Vasco Seabra, treinadores de SC Braga e Estoril, respetivamente, não operaram qualquer substituição nas suas equipas. Regressaram para os segundos 45 minutos os mesmos 22 jogadores que haviam iniciado a partida.

Início da segunda parte!

O pontapé de saída pertenceu, desta feita, ao Estoril, com Cassiano a dar o primeiro toque na bola nesta etapa complementar.

Intervalo! SC Braga 1 Estoril 1

Tempo de descanso na final da Taça da Liga, com as equipas a recolherem aos balneários empatadas a uma bola. Entrou melhor o Estoril e, logo aos 6 minutos, Cassiano, de penálti (falta de José Fonte sobre o ponta de lança brasileiro dos canarinhos), colocou o conjunto de Vasco Seabra na frente do marcador. A reação do SC Braga não se fez esperar e já depois de uma séria ameaça de Abel Ruiz (bela defesa de Dani Figueira, aos 10 minutos), Ricardo Horta, com um golo que ficará na galeria dos notáveis de todas as edições da Taça da Liga, fez o 1-1: pontapé de canto cobrado por Rodrigo Zalazar do lado esquerdo e o capitão dos arsenalistas, ainda de fora da área e sem deixar a bola bater, rematou de primeira para o fundo das redes da baliza de Dani Figueira. Um momento sensacional do internacional português! Daí até ao intervalo o jogo foi bastante equilibrado e disputado na intermediária, com Matheus e Dani Figueira a não terem problemas de maior junto das suas balizas. Contas feitas, está tudo em aberto para a etapa complementar da partida que vai decidir o grande vencedor da 17.ª edição da Taça da Liga.

45+1': Cartão amarelo a Wagner Pina (Estoril).

Quatro minutos de tempo adicional mínimo

43': Cartão amarelo a Mateus Fernandes (Estoril).

37': Cartão amarelo a Tiago Araújo (Estoril).

28': Tiago Araújo tentou a sua sorte de longe, com o remate do ala esquerdo do Estoril a sair forte, mas muito ao lado do poste esquerdo da baliza bracarense.

26': Remate cruzado de Rodrigo Zalazar, de fora da área, descaído para o flanco esquerdo, com a bola a sair ao lado do poste direito da baliza defendida por Dani Figueira.

22': Cartão amarelo a Álvaro Djaló (SC Braga).

Golo do SC Braga! 1-1

Ou melhor... golaço do SC Braga! Pontapé de canto batido do lado esquerdo por Rodrigo Zalazar e Ricardo Horta, de fora da área, sem deixar a bola bater no chão, rematou de primeira para o fundo das redes da baliza de Dani Figueira. O guarda-redes do Estoril só acompanhou a trajetória da bola... com os olhos. Aos 20 minutos, está restabelecida a igualdade na final da Taça da Liga. Que momento de Ricardo Horta!

12': Outra vez o SC Braga e outra vez... Dani Figueira. Abel Ruiz, lançado em velocidade, entrou na área, pelo lado direito, tirou Bernardo Vital do caminho e, de pé esquerdo, rematou na direção da baliza contrária, mas o guarda-redes do Estoril mostrou bons reflexos e impediu o golo do ponta de lança espanhol dos bracarenses.

10': Primeira aproximação perigosa do SC Braga à baliza do Estoril, mas... lance invalidado. Cruzamento da direita de Víctor Gómez, remate de primeira de Ricardo Horta, à entrada da área, para uma bela intervenção de Dani Figueira, mas o capitão dos guerreiros do Minho estava em posição irregular e, como tal, subiu a bandeirola e os canarinhos puderam respirar de alívio.

Golo do Estoril! 0-1

Cassiano não tremeu da marca dos 11 metros e abriu o ativo em Leiria. O ponta de lança brasileiro dos canarinhos rematou forte e colocado junto ao poste esquerdo da baliza de Matheus, o guarda-redes bracarense ainda adivinhou o lado, mas não conseguiu evitar que a bola entrasse na sua baliza. Aos 6 minutos, está na frente o conjunto da Linha de Cascais!

Decisão tomada: é penálti para o Estoril!

5': Cartão amarelo a José Fonte (SC Braga).

4': Fábio Veríssimo foi alertado pelo VAR para ir ver as imagens de um lance na grande área do SC Braga, entre José Fonte e Cassiano. Poderá haver penálti para o Estoril...

Início da partida!

O pontapé de saída foi dado pelo SC Braga, que alinha com o seu equipamento tradicional: camisola e meias vermelhas e calcão branco. O Estoril também se apresenta como o seu equipamento habitual: camisola amarela e calções e meias azuis. O primeiro toque na bola pertenceu a João Moutinho.

Já o Estoril chega a esta final com três novidades na equipa titular tendo como termo de comparação a equipa apresentada por Vasco Seabra diante do Benfica, nas meias-finais: saem Volnei, Rodrigo Gomes e Heriberto Tavares, entram Pedro Álvaro, Tiago Araújo e João Marques.

O SC Braga apresenta apenas uma alteração no onze que havia defrontado o Sporting, na passada quarta-feira: sai Pizzi e entra Abel Ruiz.

No relvado do Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, as duas equipas já realizam os habituais exercícios de aquecimento.

O dia de sábado ficou marcado por vários eventos promovidos pela Liga Portugal, sendo que um deles foi a Taça da Liga Legends, jogo que se realizou na Fan Zone, situada na Praça Luís de Camões, situada no coração da cidade de Leiria, e que juntou antigas glórias dos quatro clubes participantes nesta 'final four': Estoril, SC Braga, Benfica e Sporting. O emblema da Linha de Cascais foi o grande vencedor da Taça da Liga Legends desta época.

Alunos leirienses pousaram para a fotografia em redor do mosaico que conceberam. (Foto: Liga Portugal)

A turma do 10.º J da Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria, transformou uma coleção de resíduos recicláveis numa instalação artística. O resultado foi a a construção de um mosaico que celebra a 'final four' da Taça da Liga como ecoevento. 

Estoril (treinador): Vasco Seabra

Estoril (suplentes): Marcelo Carné, Raúl Parra, Volnei, Holsgrove, Alejandro Marqués, João Carlos, Jovic, Mor Ndiaye e Heriberto Tavares

Estoril (titulares): Dani Figueira (C); Pedro Álvaro, Bernardo Vital, Mangala; Wagner Pina, Mateus Fernandes, Koindredi e Tiago Araújo; Rafik Guitane, Cassiano e João Marques

SC Braga (treinador): Artur Jorge

SC Braga (suplentes): Tiago Sá, Serdar, Al Musrati, Roger Fernandes, Joe Mendes, Rony Lopes, Pizzi, Chissumba e Djibril Soumaré

SC Braga (titulares): Matheus; Víctor Gómez, José Fonte, Paulo Oliveira e Borja; Vítor Carvalho e João Moutinho; Álvaro Djaló, Rodrigo Zalazar e Ricardo Horta (C)

Árbitro: Fábio Veríssimo (AF Leiria); Assistentes: Pedro Martins e Hugo Marques; 4.º Árbitro: Hélder Carvalho; VAR/AVAR: Luís Godinho e Hugo Miguel

Já há equipas oficiais!

Já no interior do anfiteatro leiriense, e a cerca de uma hora do pontapé de saída desta final da Taça da Liga, tudo muito calmo. São ainda poucos os adeptos nas bancadas, mas, ao que tudo indica, o duelo entre SC Braga e Estoril deverá ser acompanhado ao vivo por mais de 10 mil espectadores.

As comitivas de SC Braga e Estoril já chegaram a Leiria e A BOLA testemunhou a parte final de ambos autocarros rumo ao Estádio Dr. Magalhães Pessoa.

Depois de eliminarem Sporting e Benfica, respetivamente, SC Braga e Estoril chegam, então, ao jogo dos jogos. Pese embora o mérito de ambos nesta caminhada até à final, apenas um sairá (efetivamente) a sorrir. Impõe-se, pois a pergunta: depois das 'surpresas', de onde sairá a confirmação? A resposta será conhecida por volta das 21.30 horas. Ou cerca de meia hora mais tarde, caso a partida tenha de ser decidida através do desempate por pontapés da marca da grande penalidade...

Já o Estoril vive um momento absolutamente inédito na Taça da Liga. Nunca os canarinhos tinham chegado tão longe na prova e, como tal, só a presença na final já é um dado extremamente relevante na história do clube. Ainda assim, o trabalho não está totalmente concluído. Porque há uma final por disputar e o estorilistas quererão, com toda a certeza, levar o troféu na bagagem na viagem de regresso a casa... 

O SC Braga parte em busca da sua terceira Taça da Liga. Os arsenalistas conquistaram a prova em 2012/2013 e em 2019/2020, sendo que em ambos os casos os minhotos derrotaram o FC Porto na partida decisiva. Alan, de penálti, fez o golo que deu o título bracarenses há 10 anos, ao passo que Ricardo Horta (o agora histórico capitão de equipa), apontou o tento decisivo na final de há quatro temporadas. E hoje, haverá novo herói dos guerreiros o Minho?

O FC Porto (ainda) é o campeão em título, uma vez que os dragões derrotaram o Sporting (2-0), na final da época passada, realizada, também, em Leiria - a cidade do Lis, de resto, recebe, na presente temporada, a quarta 'final four' consecutiva desta Taça da Liga.

Trata-se, então, da 17.ª edição da Taça da Liga, prova que continua a ser dominada pelo Benfica no que a títulos diz respeito. Os encarnados já levantaram o troféu em 7 ocasiões, seguidos de Sporting (4), SC Braga (2), FC Porto, Vitória de Setúbal e Moreirense (todos com 1).

Não menos surpreendente foi o triunfo do conjunto da Linha de Cascais sobre o Benfica, na passada quarta-feira. Os comandados de Vasco Seabra abriram o ativo por intermédio de Rafik Guitane, mas um golo de Otamendi levou a decisão da segunda meia-final para o desempate por penáltis. Nesse momento, o Estoril foi mais competente e garantiu a presença na final.

Os guerreiros do Minho chegam a esta final depois de terem eliminado o Sporting nas meias-finais. Na passada terça-feira, um golo de Abel Ruiz foi o bastante para que a formação orientada por Artur Jorge garantisse o passaporte para o jogo decisivo.

SC Braga e Estoril lutam, esta noite, pela 17.ª edição da Taça da Liga. A partir das 19.45 horas, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, arsenalistas e canarinhos tentarão chegar à glória e que vencer ficará com o rótulo de 'campeão de inverno'. A BOLA já está no anfiteatro leiriense e vai contar-lhe tudo sobre esta partida. Venha daí connosco, caro leitor. Está convocado e vai ser titular!

Boa noite!