Destaques do Vizela: Samu cansou só de ver jogar…
Samu Silva, do Vizela, em ação no decorrer de um jogo pela Liga de futebol. Foto: Atlantico Press/Imago.

Destaques do Vizela: Samu cansou só de ver jogar…

NACIONAL23.12.202319:07

Capitão vizelense foi o rosto da alma da equipa na luta por pontos, com prestação incansável na procura por situações de desequilíbrio e também no apoio defensivo a zonas mais recuadas

Melhor em campo: Samu Silva (7)

O capitão vizelense é a alma da equipa e transita desde as épocas de ascensão no Campeonato de Portugal e Liga 2, com qualidade acima da média e entre o melhor que existe na Liga principal: cansou só de ver jogar. Posicionou-se como um 10 móvel cuja ação teve alcance a todo o campo com derivações para as alas, mais frequentemente a direita, para tentar cruzar com precisão e recuos fundamentais no terreno para pressionar o portador da bola adversário e até auxiliar na área contrária. A sua ação ajudou – e muito! – à conquista deste ponto. Não é o ideal, mas pode ser um começo para o Vizela...

É ponto a ponto que o Vizela pretende sair da complicada situação em que se encontra, com uma equipa que se entregou ao trabalho para conquistar a igualdade – procurando, obviamente, a vitória – e o meio-campo operário liderado por Samu muito ajudou a que tal acontecesse, sempre bem apoiado por Bustamante, que regressou à equipa ao fim de dois meses de ausência e até criou perigo numa situação de meia distância, tendo sido importante na ligação defesa-ataque.

Dividido entre o fecho ideal do seu flanco e tentar municiar os atacantes esteve Matheus Pereira, que conseguiu encarrilar algumas jogadas com critério e se entregou com dedicação à missão pela esquerda, evitando que o adversário pudesse superiorizar-se por esse corredor. No trio de centrais escolhido pelo estreante Rúben de la Barrera, Bruno Wilson realizou a prestação mais sóbria e soube não apenas sair jogável como bloquear os caminhos para a baliza de Fabijan Buntic, que apesar de não ter sido obrigado a intervenções de máximo grau de dificuldade transmitiu sempre segurança. Do banco saiu Busnic, que impôs maior capacidade física que Pedro Ortiz na proteção à entrada da área vizelense e foi útil acréscimo aos centrais na defesa do ponto.

As notas dos jogadores do Vizela: Fabijan Buntic (6), Bruno Wilson (6), Anderson Jesus (5), Rodrigo Escoval (5), Tomás Silva (5), Bustamante (6), Pedro Ortiz (5), Matheus Pereira (6), Samu Silva (7), Alex Méndez (5), Essende (5). Busnic (5), Diogo Nascimento (4), Jardel Silva (4), Lebedenko (-) e Osama Rashid (-).