Destaques do Arouca: É Mújica para os ouvidos
Mújica fez o 13.º golo na temporada Foto PAULO NOVAIS/LUSA

Destaques do Arouca: É Mújica para os ouvidos

NACIONAL28.01.202423:14

Ponta de lança espanhol finalizou com primor, com o pé e com a cabeça; bem acompanhado na orquestra pelos compatriotas Cristo e Jason

O melhor em campo: Mújica (8)

Que noite! Dois golos bonitos, participação em pelo menos mais um, um regalo para os olhos. Disparou de longe aos 11 minutos, aos 86’ cabaceou com categoria por cima de Buntic. Os compatriotas passam a vida à procura dele, a tentar servi-lo e os adversários vivem com esse pânico. Foi assim que nasceu o autogolo de Matheus Pereira. Fez o corte para a sua baliza.

Não foi preciso esperar muito tempo para ver a armada espanhola do Arouca em ação. Ao minuto 4 já Mújica ameaçava, beneficiando de ofensiva de Jason, que do lado direito arrasava quem lhe aparecia pela frente. Acabou por não marcar, mas ofereceu a Mújica o 4-0 e fez em pedaços a cabeça dos adversários. Cristo, mais um dos espanhóis endiabrados, fez dois golos, um de penálti, após falta sofrida pelo próprio, outro pleno de criatividade, fazendo dos vizelenses o que quis em plena área. O Arouca não foi apenas influenciada positivamente por jogadores espanhóis, houve mais gente de qualidade, naturalmente. David Simão e Kouassi dominaram o meio campo e permitiram que os companheiros da frente se soltassem, Sylla foi um apoio competente. Arruabarrena não teve muito trabalho, mas o que fez foi bem feito, Lawal chegou tarde à partida, mas ainda a tempo de colocar o nome na lista de assistências, com o lance do 5-0.

As notas dos jogadores do Arouca: Arruabarrena (6), Tiago Esgaio (6), Rafael Fernandes (5), Montero (5), Weverson (5), David Simão (6), Kouassi (6), Jason (7), Sylla (6), Cristo (8), Mújica (8), Lawall (6), Matías (5), Busquets (5), Pedro Moreira (-) e Milovanov (-).