Vizela: Samu, tal e qual um comboio japonês
O jogador do Vizela, Samu disputa a bola com jogador do Vitória de Guimarães, Tiago Silva (MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA)

Vizela: Samu, tal e qual um comboio japonês

NACIONAL09.02.202417:00

Diogo Nascimento, Bruno Costa e Jason Lokilo também estiveram em destaque quanto à eficácia nos passes realizados

Quem já visitou o Japão sabe que o comboio chega e parte sempre à hora determinada, sendo um meio de transporte muito certeiro. E o que tem que ver isto com Samu, jogador do Vizela?

É que o médio português acertou 90% dos passes efetuados no encontro entre o Vizela e o Benfica, referente aos quartos de final da Taça de Portugal. O médio de 27 anos fez 54 passes completos (dos 60 no total) durante os 90 minutos de jogo, que terminou com a eliminação do Vizela ao perder (1-2).

Um dos passes falhados de Samu foi bastante comprometedor, com o camisola 20 a oferecer a bola a Otamendi, aos 87 minutos, e a deixar passar o central do Benfica, que ficou muito perto de fazer o 3-1.

O capitão não foi o mais eficaz da formação vizelense, uma vez que jogadores como Diogo Nascimento e Jardel obtiveram 100%, contudo, com menos passes realizados. O médio português, que esteve em excelente plano nos 30 minutos disputados no jogo de quinta-feira passada, fez 23, enquanto o avançado natural da Guiné-Bissau passou apenas duas vezes (bem) a bola nos 20 minutos disputados.

Bruno Costa, que se estreou com a camisola do Vizela, também viu 94% dos seus 33 passes serem bem concretizados e Jason Lokilo, outro reforço, concretizou 29 dos 32 passes (91%). O ex-FC Porto foi substituído aos 82 minutos e o avançado congolês esteve os 90 minutos em campo.

Depois da eliminação na Taça de Portugal, o Vizela foca-se agora a 100% no campeonato, e bem precisa, pois está no último lugar da tabela.