Villas-Boas e o Benfica: «Agradecemos ter esse grande rival que nos obriga a transcender-nos» (VÍDEO)
IMAGO

Villas-Boas e o Benfica: «Agradecemos ter esse grande rival que nos obriga a transcender-nos» (VÍDEO)

NACIONAL02.03.202415:56

Candidato às eleições no FC Porto falou da imensa rivalidade com os encarnados que cria um espírito à Porto; contou ainda duas histórias curiosas no seu papel de adepto e admitiu que as modalidades femininas estão com muitos anos de atraso

Na tertúlia promovida este sábado de manhã na sua sede de campanha, tendo como tema principal o clássico de domingo entre FC Porto e Benfica, André Villas-Boas, já no remate dessa conversa com Paulo Alves, do hóquei em patins, Alberto Babo, do basquetebol, José Meinedo, da natação, Ricardo Moreira, do andebol, e Rolando, do futebol, falou sobre o Benfica.

«Todas as grandes equipas precisam de um grande rival. O Benfica é o nosso grande rival, tal como o grande rival do Barcelona é o Real Madrid e o do Marselha é o PSG. Esse rival motiva-nos e nós temos a obrigação de nos transcendermos e agradecemos termos esse grande rival que nos obriga a transcender-nos», afirmou.

Num registo mais descontraído lembrou que como adepto tem excessos. «Às vezes, não fecho muito bem a porta», contou a propósito de um episódio com um adepto que surgiu ao intervalo num concurso de remates à baliza no Dragão vestido com a camisola do Benfica. «Apanhei esse sujeito entre a bancada e a superior norte e dei-lhe talvez o maior arranque da minha vida por ele ter aparecido de camisola vermelha», contou.

Num outro contexto, lamentou o estado em estão as modalidades femininas no FC Porto: «Estamos com muitos anos de atraso e poderão demorar alguns anos até nos reconstruirmos como clube ecléctico que devemos ser. Uma responsabilidade minha, infelizmente na situação financeira em que o clube está não nos podemos atrever muito mais. A falta de modalidades femininas é um erro deliberado e essa realidade tem de ser combatida.»