Sporting já decidiu: se Inácio sair chegará mais um reforço para a defesa
Rúben Amorim quer uma nova solução à esquerda caso se confirme a saída de Gonçalo Inácio (IMAGO)

Sporting já decidiu: se Inácio sair chegará mais um reforço para a defesa

NACIONAL13.06.202401:30

SAD do Sporting preparada: saída de Gonçalo Inácio ‘obriga’ a ida ao mercado por mais uma solução na esquerda; Lista de reforços referenciados e... preparados para avançar; Campeonato da Europa será montra determinante para o futuro do defesa

É um dos setores onde são esperadas as maiores movimentações no mercado em Alvalade. Luís Neto já saiu das contas, Debast foi contratado ao Anderlecht, Diomande ainda pode ser transferido, assim como St. Juste e… Gonçalo Inácio. Poucas certezas e muitas incógnitas para posições encaradas como determinantes na construção do renovado plantel de 2024/2025.

As mudanças, essas, ao que A BOLA apurou, podem não ficar por aqui. E não está excluída a chegada de mais sangue novo neste setor. Estando ainda numa fase prematura do mercado (e um Europeu à porta…), o Sporting mantém-se atento e vai tomando decisões de forma a evitar sobressaltos…

Esse plano, de resto, há muito que foi planificado pela estrutura leonina. Nessa renovação, sabe A BOLA, um nome está no centro das potenciais mudanças (e redefinição de objetivos) nas próximas semanas: Gonçalo Inácio. O central, tal como já havíamos adiantado, é considerado um dos intocáveis, numa lista onde constam Gyokeres, Hjulmand e Pedro Gonçalves. Porém, olhando para o mercado, o central formado em Alvalade é também um dos alvos mais apetecíveis dos gigantes europeus.

Aos 22 anos, um estatuto consolidado que não oferece desconfiança e cláusula de €60 milhões, a SAD sabe que não estará livre de perder uma das peças fundamentais nas últimas épocas.

Sporting: o plano da SAD para segurar Rúben Amorim

26 abril 2024, 08:00

Sporting: o plano da SAD para segurar Rúben Amorim

Gyokeres e Gonçalo Inácio intocáveis para o treinador e os leões tudo farão para os manter; Diomande e Edwards para render milhões; reforços identificados e de qualidade para equipa competitiva até na Champios – saiba quais

E se no trio defensivo pela direita (e no… centro) existem muitas soluções, na esquerda, o cenário é bem diferente. Contas rápidas: Eduardo Quaresma renovou e é aposta de futuro, St. Juste apesar das abordagens mantém-se seguro, Debast chegou para ser opção forte e Diomande (que também pode ser solução a Coates no centro) continua firme, ainda que, convém lembrar, possa sair caso chegue a Alvalade uma proposta a rondar os €50 milhões.

Gonçalo Inácio é um dos intocáveis de Rúben Amorim (IMAGO)

No lado oposto... menos abundância. Há Gonçalo Inácio, Matheus Reis (muitas vezes utilizado como ala) e o jovem João Muniz. É certo que Diomande e Debast até podem ser solução na esquerda, mas a SAD quer (mais) garantias. E, seguindo essa linha, já determinou que uma possível saída de Inácio — que terá a montra do Europeu nas próximas semanas para se mostrar—, obrigará a mais uma investida no mercado por um central canhoto.

O leão, sabendo dessa ameaça, já tem em mente um plano alternativo com curta lista de nomes para atacar caso se confirmem avanços para uma potencial saída do esquerdino que, recorde-se, apenas sairá pelo valor da cláusula, permitindo, assim, margem financeira para atacar um alvo de créditos firmados.

Existem nomes identificados, mas, para já, não saíram do papel. A esperança (e intenção) passa por manter Inácio, mas o mercado poderá levar a uma mudança de planos. Que está a ser preparada com uma certeza: chegará uma nova alternativa para a esquerda caso Rúben Amorim perca uma das suas joias no eixo defensivo.