SC Braga-Portimonense: minhotos não querem deixar fugir rivais
Arsenalistas querem voltar aos triunfos três jogos depois (Foto: IMAGO)

Antevisão SC Braga-Portimonense: minhotos não querem deixar fugir rivais

NACIONAL04.11.202308:05

Arsenalitas recebem, a partir das 20.30 horas, os algarvios na Pedreira, com o objetivo de voltar às vitórias depois do empate em Barcelos; alvinegros tentam quebrar jejum de 41 anos

Na pior sequência da temporada (três encontros sem vencer), o SC Braga procura regressar aos triunfos na 10.ª jornada da Liga, diante do Portimonense, e aproximar-se dos emblemas imediatamente acima na classificação. Os algarvios, por outro lado, atravessam a melhor série da época (duas vitórias consecutivas), e pretendem surpreender com mais um triunfo na casa dos minhotos, um resultado que não acontece desde 1982.

O empate caseiro diante do Casa Pia, na fase de grupos da Taça da Liga, deixou um sabor amargo nos arsenalistas, que adiaram a passagem à final four da prova para a última jornada, frente ao Nacional, na Madeira. Apesar da igualdade, que se junta à derrota diante do Real Madrid na Liga dos Campeões e ao empate frente ao Gil Vicente para a Liga, os minhotos partem como favoritos para o duelo desta noite, contra um Portimonense motivado.

O triunfo magro frente ao Estoril (1-0) permitiu aos alvinegros darem um salto na classificação e ficarem com mais cinco pontos que Vizela e Arouca, ambos em zona perigosa da tabela. A diferença de seis pontos entre SC Braga e Portimonense, à nona jornada, é a maior nas últimas três temporadas, mas os algarvios viajam para o Minho com esperanças de trazer os três pontos para Portimão e tentar uma aproximação aos lugares europeus.

O histórico de confrontos entre os dois emblemas é amplamente favorável aos arsenalistas, principalmente em Braga. Os alvinegros saíram derrotados da cidade dos Arcebispos nos últimos oito confrontos a contar para a Liga, tendo marcado seis golos e sofrido 22. No total, os minhotos somam 16 vitórias e apenas uma derrota, na temporada 1981/82, em que o Portimonense acabaria no sexto lugar.

SC BRAGA

A turma de Artur Jorge deixou escapar os três pontos na última ronda, na curta deslocação a Barcelos, diante do Gil Vicente (3-3). Depois de ter conseguido dar a volta a uma desvantagem de dois golos com menos uma unidade em campo, os bracarenses sucumbiram perto do final, demonstrando permeabilidade no setor defensivo.

Sistema: 4x4x2

Onze provável: Matheus; Joe Mendes, José Fonte, Paulo Oliveira, Borja; Álvaro Djaló, Al Musrati, André Horta, Ricardo Horta; Simon Banza e Abel Ruiz.

Lesionados: Victor Gómez

Em dúvida: Serdar Saatci e Sikou Niakaté

Figura: Ricardo Horta. O capitão dos bracarenses não marca há cinco partidas, mas todo o jogo ofensivo da equipa passa pelos pés do criativo, que já soma nove assistências para golo esta temporada. Independentemente da disposição tática escolhida por Artur Jorge para esta noite, o jogador de 29 anos será dono da ponta esquerda do ataque arsenalista, no apoio a Banza e Abel Ruiz.

Ricardo Horta, lesionado, é baixa importante nos guerreiros do Minho. Foto: ImagoRicardo Horta já leva nove assistências esta época (Foto: IMAGO)

Antevisão do treinador (Artur Jorge): «É um jogo que tem a importância de podermos voltar a ganhar, juntando as boas exibições que temos tido ao resultado para darmos continuidade aos nossos objetivos. O Portimonense é uma das boas equipas da Liga. O Paulo Sérgio está há vários anos no clube, com ideias próprias, numa posição estável. É uma equipa que defende bem e é bastante forte nas transições, com homens móveis na frente, e poderá ser por aí, de termos um Portimonense à espera do erro para fazer mossa através das transições.»

PORTIMONENSE

A formação comandada por Paulo Sérgio conseguiu, na jornada passada, dar sequência à goleada na Taça de Portugal, frente ao SC Covilhã (1-4), com uma vitória importante sobre o Estoril, último classificado. Pedrão resolveu o jogo para os algarvios com um golo solitário, aos 31 minutos, na sequência de uma bola parada, um dos pontos fortes do conjunto alvinegro.

Sistema: 3x4x3

Onze provável: Vinicius Silvestre; Pedrão, Alemão, Filipe Relvas; Igor Formiga, Carlinhos, Dener, Gonçalo Costa; Sylvester Jasper, Rildo e Hélio Varela.

Lesionados: Kosuke Nakamura

Em dúvida: Luan Campos

Figura: Carlinhos. O médio ofensivo, que cumpre a terceira época em Portimão, já duplicou o melhor registo de golos pelo emblema algarvio. Em 2021/22, o brasileiro fez três golos em 37 partidas, este ano já marcou por seis vezes... em 12 jogos. A nova veia goleadora catapultou o antigo jogador do Estoril e Vitória de Setúbal para o estatuto de imprescindível na equipa de Paulo Sérgio.

Carlinhos festeja o primeiro golo que marcou em GuimarãesCarlinhos é o melhor marcador dos alvinegros, com seis golos

Antevisão do treinador (Paulo Sérgio): «Temos que focar-nos em nós, naquilo que são as nossas missões e não naquilo que o SC Braga fez para trás ou que nós estamos a fazer, porque isso está feito, já passou. Portanto, a mesma mensagem de sempre, querer muito ir a Braga e ser competitivo, conseguir proporcionar um jogo animado e dividi-lo. Queremos ser atrevidos, essa é a nossa mensagem. Muita concentração, porque a qualidade do adversário é imensa, mas temos que olhar muito para aquilo que nós temos que tentar fazer, porque a melhor forma de passar bem, ou de não passar mal, em Braga, será saber ter a bola, saber agredir e manter o SC Braga em sentido. Essa será sempre a melhor forma de abordar a partida.»