Moreirense volta às vitórias na Amoreira e impõe-se perante o Estoril (veja o resumo)
Marcelo, do Moreirense, celebra um golo apontado pela Liga de futebol. Foto: Rodrigo Antunes/LUSA.

Moreirense volta às vitórias na Amoreira e impõe-se perante o Estoril (veja o resumo)

NACIONAL13.01.202422:19

Cónegos recuperaram da melhor forma da derrota pesada sofrida na jornada anterior, impondo-se em terreno alheio aos canarinhos, que sofrem a terceira derrota consecutiva

Tanto Estoril como Moreirense procuravam refazer-se de resultados aos quais não estavam acostumados nas últimas semanas e ultrapassar derrotas pesadas, e o embate entre os dois conjuntos surgia como oportunidade para ultrapassar traumas. Foi o que fez a equipa minhota, que se impôs na Amoreira por 3-1 e recuperou alguma da confiança perdida há menos de uma semana, aquando da derrota caseira frente ao Casa Pia.

As duas equipas entravam equiparadas, com uma ocasião para cada lado – Kodisang para o Moreirense, aos 5’, e a resposta do Estoril a chegar aos 14’, por Cassiano – e a diferença no resultado fez-se a partir do primeiro erro claro, cometido por Mangala, que errou na precisão do atraso para Marcelo Carné e inadvertidamente assistiu Pedro Aparício que, perante tantas facilidades, não desaproveitou e abriu mesmo a contagem.

O Moreirense não se ficou por aí e aproveitou os instantes seguintes de alguma desorientação adversária para voltar a marcar apenas três minutos depois e através de um livre lateral batido por Pedro Amador para a movimentação de Marcelo, que não foi devidamente acompanhado pela defesa estorilista e desviou para o 0-2.

O Estoril procurava regressar com outra alma para o segundo tempo e conseguiu desde logo, aos 48’, um remate de meia distância de Mateus Fernandes, mas não conseguiu evitar, com o passar dos minutos, ser enredado pela teia do Moreirense, que juntou as suas linhas e raramente concedeu os espaços que os canarinhos procuravam.

Enquanto o Estoril tentava furar e não conseguia, o emblema de Moreira de Cónegos revelava maior eficácia – e alguma fortuna – aos 74’, num remate em zona frontal de Alanzinho, com a bola a sofrer um desvio em Rodrigo Gomes e a anichar-se no fundo das redes estorilstas.

Estava encontrado o vencedor da partida, com o Estoril a apenas revelar capacidade para o golo de honra, apontado por João Carlos aos 90, atento no aproveitamento a uma abordagem deficiente de Kewin a um cruzamento tirado pela esquerda. Desta forma, confirmou-se o regresso aos triunfos para o Moreirense, ao passo que o emblema da Linha de Cascais prolongou a sua sequência de resultados negativos, somando a terceira derrota consecutiva.

Final do encontro. Estoril 1, Moreirense 3.

90+2': O Moreirense volta a chegar-se à baliza do Estoril, desta feita com um livre batido de forma rasteira por Gonçalo Franco, mas junto ao poste direito.

90': Golo do Estoril! Erro de Kewin e João Carlos surgiu, eficaz, na recarga para o 1-3.

88': Substituição no Moreirense, com a entrada de Rodrigo Macedo pela saída de Alanzinho.

83': Cartão amarelo para Mateus Fernandes (Estoril).

78': Substituição no Moreirense, com a entrada de Carlos Ponck pela saída de Pedro Aparício.

76': Dupla substituição no Estoril, com as entradas de Heriberto Tavares e João Carlos pelas saídas de Tiago Araújo e João Marques.

74': Golo do Moreirense! Novamente eficaz o conjunto de Moreira de Cónegos, que fez a bola chegar até Alanzinho que tentou a sorte em zona frontal e, com alguma felicidade, o seu remate desviou no corpo de Rodrigo Gomes e ludibriou Marcelo Carné.

73': Cartão amarelo para Jeremy Antonisse (Moreirense).

71': O Estoril voltou a atacar a baliza dos cónegos ainda a partir do exterior da área, por Alejandro Marqués, mas o remate foi defendido por Kewin Silva com aparente facilidade.

67': O Moreirense conseguiu colocar uma transição, por Kodisang, que colocou na esquerda para Antionisse, que se encontrava solto de marcação e a cabecear ao lado.

65': Dupla substituição no Moreirense, com as entradas de Godried Frimpong e Jeremy Antonisse pelas saídas de Pedro Amador e João Camacho.

63': Dupla substituição no Estoril, com as entradas de Volnei Feltes e Alejandro Marqués pelas saídas de Eliaquim Mangala e Cassiano.

61': Sem encontrar grande espaço de progressão, Rafik Guitane empreendeu movimento individual seguido de remate em diagonal, mas sem grande perigo para as redes adversárias.

57': A partida conhece agora um momento de maior impasse, fruto de o Moreirense, em virtude da vantagem alcançada, ter juntado as suas linhas no seu meio-campo, dificultando a tentativa por parte do Estoril em chegar com perigo à baliza adversária e aproximar-se no resultado.

48': Primeiro momento de remate da segunda parte pertence ao Estoril: Mateus Fernandes atira a partir do exterior, mas Kewin Silva defende. Não surge recarga, pois o lance é imediatamente invalidado pelo adiantamento de alguns jogadores da equipa da casa.

Já se joga a segunda parte.

Intervalo! Estoril 0, Moreirense 2

Em três minutos, o que estava a ser um jogo equilibrado tornou-se numa vantagem segura para o Moreirense, mérito para a exploração perfeita de dois erros defensivos da equipa da casa. Aos 30', Mangala cometeu um erro nada condizente com a sua experiência, com um atraso suicida que Aparício aproveitou a transformou no primeiro golo da partida e, logo depous, aos 33', Marcelo não foi devidamente acompanhado pela marcação estorilista na cobrança de um livre indireto e não desperdiçou a oportunidade para aumentar para o 0-2 com que a partida sai para intervalo.

45+2': Cartão amarelo para Alanzinho (Moreirense).

Tempo adicional: 3 minutos.

45': Reage o Estoril e vale Kewin Silva ao Moreirense! Rodrigo Gomes remata forte, mas o brasileiro opôs-se bem e manteve a sua baliza a salvo.

44': Novamente o Moreirense a surgir em zona adiantada. Kodisang trabalhou bem no interior da área a deixar Bernardo Vital fora do seu caminho, mas depois atirou fraco, permitindo a defesa a Marcelo Carné.

40': A reação do Estoril quase chegava na transformação de um livre direto - Raúl Parra bateu em jeito e Kewin Silva desviou, com a ponta da luva, por cima da sua baliza.

39': Cartão amarelo para Rúben Ismael (Moreirense).

38': João Camacho, algo deslumbrado, desperdiçou o 0-3 que se encontrava ao seu alcance. Bom trabalho de Alanzinho a descobrir o espaço livre para lá colocar a bola para o remate, mas Camacho atirou ao lado quando poderia ter feito melhor.

33': Golo do Moreirense! Sem deixar o Estoril recuperar do golpe, o emblema de Moreira de Cónegos volta a marcar, desta feita a partir de uma bola parada - Pedro Amador bateu livre lateral pela direita para o aparecimento de Marcelo que, sem marcação, desviou para o 0-2.

30': Golo do Moreirense! Erro crasso de Mangala, que no momento em que o Estoril procurava construir a partir da sua defesa optou por atrasar para o guarda-redes Marcelo Carné, mas medindo mal a força do toque na bola, deixando-a a ao alcance de Pedro Aparício que, com facilidade, ultrapassou o guarda-redes estorilista e abriu o marcador.

29': Substituição no Estoril, com a entrada de Koba Koindredi pela saída de Jordan Holsgrove, lesionado.

27': Na cobrança do livre, João Camacho consegue antecipar-se e rematar, mas o lance foi controlado por Marcelo Carné.

26': Jordan Holsgrove, do Estoril, recebeu assistência. O escocês aproveitou a interrupção da partida para fazer sinal para assistência médica devido a uma possível entorse.

25': Cartão amarelo para Rodrigo Gomes (Estoril).

22': O juiz Miguel Nogueira a intermediar uma altercação entre Cassiano e Kewin Silva, após lance em que o atacante estorilista foi pressionar o guardião dos cónegos e lhe tocou nesse esforço. Kewin não gostou e pediu satisfações, mas tudo está sanado e sem necessidade de recorrer a cartões.

14': A primeira ameaça do Estoril e com algum perigo! Tiago Araújo encontrou, finalmente, espaço para subir pela esquerda e cruzou para a zona em que se encontrava Cassiano que, sem deixar cair a bola, atirou de primeira e perto do poste esquerdo da baliza visitante.

10': Apesar de tentar as suas habituais combinações envolvendo os seus alas, em especial Rodrigo Gomes pela direita, o Estoril ainda não conseguiu chegar à baliza do Moreirense, mérito da pressão bem efetuada pelos médios visitantes, nomeadamente Rúben Ismael e Gonçalo Franco.

5': Primeira situação de perigo da partida, com Kobamelo Kodisang a receber descaído para a esquerda, a conseguir virar e a atirar rasteiro para defesa atenta de Marcelo Carné.

Começa a partida!

As três equipas entram no relvado.

A meteorologia não ajuda: noite de Inverno na Amoreira, chovendo com intensidade, o que muito possivelmente afastará o público das bancadas e afetar negativamente a assistência para o desafio.

O jogo será arbitrado por Miguel Nogueira, assistido por Francisco Pereira e Nuno Pires. O 4.º árbitro será Pedro Ramalho e na Cidade do Futebol estarão David Rafael Silva e Gonçalo Vaz Freire como VAR e AVAR, respetivamente.

Suplentes do Moreirense: Mika, Caio Secco, Matheus Aiás, Carlos Ponck, Jeremy Antonisse, Godfried Frimpong, Gilberto Batista e Rodrigo Macedo.

MOREIRENSE: Kewin Silva, Dinis Pinto, Maracás, Marcelo e Pedro Amador; Rúben Ismael e Gonçalo Franco; Kobamelo Kodisang, Pedro Aparício e João Camacho; Alanzinho.

Suplentes do Estoril: Dani Figueira, Volnei Feltes, Alejandro Marqués, João Carlos, Michel Costa, Mor Ndiaye, Wagner Pina, Koba Koindredi e Heriberto Tavares.

ESTORIL: Marcelo Carné, Raúl Parra, Eliaquim Mangala e Bernardo Vital; Rodrigo Gomes, Jordan Holsgrove, Mateus Fernandes e Tiago Araújo; Rafik Guitane, João Marques e Cassiano (c).

Já há equipas iniciais!

Estoril e Moreirense defrontam-se esta noite, pelas 20.30 horas, no Estádio António Coimbra da Mota pela 17.ª jornada da Liga. Os dois conjuntos procuram regressar aos triunfos após terem sofrido derrotas pesadas no último encontro que realizaram - na passada segunda-feira, os cónegos foram derrotados em sua casa pelo Casa Pia (4-1), e logo no dia seguintes foram os canarinhos a ser afastados da Taça de Portugal, pelo FC Porto (4-0).

Siga o jogo aqui.

Boa noite.