«Marcar ao rival do meu clube sabe ainda melhor»
João Cancelo marcou no treino e momento foi divulgado nas redes sociais (Foto: CordonPress/IMAGO)

Liga dos Campeões «Marcar ao rival do meu clube sabe ainda melhor»

NACIONAL28.11.202322:50

João Cancelo na 'flash interview' da Eleven/DAZN

João Cancelo estava orgulhoso pela exibição e pelo golo ao FC Porto, cuja rivalidade foi lembrada no final, embora com uma palavra para um amigo especial. «É sempre especial marcar por este clube. Era o meu clube de sonho quando era criança e mercar nesta competição e ainda por cima frente ao rival do meu clube do coração tem ainda mais sabor», disse lateral direito na flash interview da Eleven/DAZN, acrescentando: «Mas tenho grandes amigos no FC Porto, Fábio Cardoso é um dos meus melhores amigos, jogou comigo na formação do Benfica. Sinceramente, e como português, espero que corra tudo bem ao FC Porto e que passe aos oitavos.»

«É um sentimento muito bom, precisávamos desta vitória e exibição, este merece estar nos oitavos de final todos os anos. Nos últimos dois não conseguiram, mas finalmente conseguimos agora, é muito importante do ponto de vista do prestígio e financeiro», acrescentou o internacional português. 

A conversa no final da primeira parte com Diogo Costa também foi tema: «Ele estava-me a dizer que esperava o remate [do golo] ao primeiro poste, eu disse-lhe que ainda não me conhece. Consegui marcar um golo e ajudar equipa. Agora temos o Atlético Madrid, outra final, mas só com vitórias vamos conseguir atingir os nossos objetivos.» 

Já aos microfones da CNN Portugal, Cancelo falou da pequena conversa que teve com João Mário, recusando qualquer provocação: «Não provoco, nunca provoquei, nem nunca farei isso. Tenho muito respeito por João Mário, tecnicamente é fabuloso, tentei ajudá-lo ao máximo na Seleção uma vez que já não durar muito mais anos, fiquei muito contente por ele estar a atingir este nível. Pediu-me a camisola na Seleção e agora neste jogo, fico feliz or esta nova geração fixar-se em mim. Tento dar o exemplo.»

Quanto à saída de campo, explicou o motivo: «Já na Seleção corri o risco, venho sentindo dor nos isquiotibiais, está carregado, mas saí mais por prevenção. Felizmente nunca rasguei [o músculo], não sei como é. Espero estar bem no domingo.»