Makoumbou alvo de racismo pelos adeptos do Hellas Verona
IMAGO / sportphoto24

Makoumbou alvo de racismo pelos adeptos do Hellas Verona

INTERNACIONAL23.12.202320:51

Jogador congolês foi expulso aos 52 minutos e ouviu uivos e cânticos racistas vindos dos apoiantes adversários

A confirmar-se, é mais um episódio lamentável que acontece no futebol europeu. A vitória do Hellas Verona por 2-0 na receção ao Cagliari, a contar para a jornada 17 da Serie A, fica marcada não pelo resultado, mas por alegados atos racistas dos adeptos da equipa da casa dirigidos a Antoine Makoumbou.

O médio congolês de 25 anos foi titular na equipa do Cagliari, mas acabou por ser expulso aos 52 minutos, após ver o segundo cartão amarelo depois de uma entrada sobre Duda, do Verona

Ao dirigir-se aos balneários, Makoumbou atirou uma garrafa de água ao chão de forma irritada, o que provocou a reação dos adeptos da casa. Vindo das bancadas dos adeptos radicais do Hellas Verona, ouviram-se uivos e cânticos racistas dirigidos ao congolês do Cagliari, de acordo com os relatos da Imprensa transalpina.

Antoine Makoumbou na partida entre o Hellas Verona e o Cagliari (IMAGO / LaPresse)

No final da partida, o treinador dos visitantes, Claudio Ranieri, abordou o ocorrido com natural insatisfação, mas sem surpresa: «Foi uma pena ouvir os cânticos contra Makoumbou. Parece que agora tornou-se um costume italiano.»