Casa Pia: Lesão muscular afastou Zolotic de Alvalade
Nermin Zolotic, do Casa Pia (à direita), disputa a posse da bola com Toni Martínez, do FC Porto, em jogo pela Liga de futebol. Foto: ZUMA Wire/Imago.

Casa Pia: Lesão muscular afastou Zolotic de Alvalade

NACIONAL30.01.202412:05

Central foi ausência notada nos convocados dos gansos para o encontro frente ao Sporting; bósnio contraiu uma lesão muscular e estará ausente nas próximas semanas

O Casa Pia enfrentou, esta segunda-feira, uma muito complicada deslocação a Alvalade, onde não evitou uma pesada derrota frente ao Sporting (8-0) e, para cúmulo, sem o seu defesa central de referência e jogador mais utilizado em toda a temporada, Nermin Zolotic. O internacional pela Bósnia e Herzegovina não figurou no onze titular e também não integrou a convocatória, o que causou estranheza, tendo A BOLA apurado que tal apenas aconteceu devido a um problema físico.

Zolotic contraiu uma lesão no decorrer da preparação para o embate com o Sporting e viu-se, por isso, afastado das opções de Pedro Moreira, que recorreu a Duplexe Tchamba, central também canhoto que compete com o bósnio pela titularidade no lado esquerdo da dupla de centrais casapiana. O experiente defensor, de 30 anos, contraiu um problema muscular na coxa esquerda e será sujeito a uma reavaliação no decorrer da semana – porém, dado o foro da lesão, estará certamente ausente nas próximas semanas.

O camisola 19 dos gansos estará de fora num período nunca inferior a mês e meio, com a confirmação e análise posterior a poderem ditar uma avaliação mais precisa sobre o tempo exato de recuperação do atleta. Tal como em Alvalade, Tchamba deverá ocupar a sua posição e a composição do setor fica garantida visto que, tal como o nosso jornal garantiu no passado sábado, Isaac Monteiro não deixará Pina Manique nesta reabertura do mercado e fechará o lote de quatro centrais enquanto Zolotic não retornar.

Com o bósnio de fora, Duplexe Tchamba a jogar no seu lugar e Isaac a permanecer no grupo como quarto central, João Nunes e Fernando Varela surgem como restantes opções para o eixo defensivo dos gansos. O lugar está, por isso, garantido, mas Pedro Moreira continuará certamente a lamentar a ausência de uma opção indiscutível que, à entrada para a partida desta segunda-feira em Alvalade, era o jogador com mais minutos contabilizados em competição entre todo o plantel.

Zolotic assumiu-se uma referência não apenas para Pedro Moreira como também para o seu antecessor, Filipe Martins, que o elogiou publicamente em várias ocasiões, tendo alinhado nas 18 jornadas anteriores da Liga com 1603 minutos somados. Um sinal claro do que representa para o processo defensivo da equipa, que depois do desfecho favorável que conheceu em Alvalade terá de encontrar soluções para reagir à adversidade e surgir de cara lavada na receção ao Boavista, agendada para a próxima segunda-feira.