Benfica é o 22.º clube do mundo com maiores receitas
João Mário, médio do Benfica. Foto: IMAGO/Atlantico Press

Benfica é o 22.º clube do mundo com maiores receitas

NACIONAL25.01.202418:23

Subida de dois lugares e de 33,7 milhões de euros em relação ao ano anterior, no estudo Deloitte Football Money League

O Benfica foi, na temporada de 2022/2023, o 22.º clube do mundo com maiores receitas ordinárias (excluindo vendas de jogadores), e o único no top-30 que não pertence às cinco principais ligas europeias (Inglaterra, representada por 14 clubes; Espanha, com 4; França, com 3; Alemanha, com 3; e Itália, com 5).

Os números são da Deloitte Football Money League, estudo anual cuja 27.ª edição foi ontem divulgada. Em relação à temporada anterior, o Benfica subiu dois lugares – foi ultrapassado por Nápoles e Marselha, mas deixou para trás quatro clubes ingleses: Leicester, Leeds, Everton e Brighton.

As águias beneficiaram do aumento de receitas vindas da UEFA, com a campanha na Liga dos Campeões que levou a equipa aos quartos de final. O encaixe anual do Benfica subiu de 196,7 milhões de euros para 233,4 milhões.

Nenhum outro clube português entrou no top-30.

MAIORES RECEITAS DE 2022/2023

CLUBERECEITAS*
1 Real Madrid831,4
2 Manchester City825,9
3 PSG801,8
4 Barcelona800,1
5 Manchester United745,8
6 Bayern744
7 Liverpool682,9
8 Tottenham631,5
9 Chelsea589,4
10 Arsenal532,6
22 Benfica233,4

* em milhões de euros; fonte Deloitte Football Money League

Os clubes do top-20 geraram 10,5 mil milhões de euros de receitas, um recorde – mais 14 por cento que as duas melhores temporadas anteriores, 2018/2019 e 2021/2022. Para isso contribuíram novos máximos de bilheteira (1,9 mil milhões de euros, com 13 dos 20 clubes a reportarem encaixes recordes) e de receitas comerciais (4,4 mil milhões, mais 16 por cento que na época passada, com 17 clubes do top-20 a registarem subidas). As receitas de transmissões também aumentaram (5 por cento, para 4,3 mil milhões), mas ficaram abaixo das de 2020/2021.

O Real Madrid recuperou a posição de clube que mais receitas gera em todo o mundo, que não ocupava desde 2017/2018, ultrapassando o Manchester City, depois de registar incremento de 118 milhões de euros em relação à época passada. Os ingleses também conseguiram um ano recorde, mas com subida menor em relação ao Real. O PSG entrou pela primeira vez no pódio.

Tags: