«Arthur Cabral é um predestinado»
Arthur Cabral, Buzzi/IMAGO

«Arthur Cabral é um predestinado»

FUTEBOL21.10.202318:43

A BOLA esteve à conversa com Marcelo Chamusca, primeiro treinador sério de Arthur Cabral na passagem pelo Ceará

Arthur Cabral quebrou, esta sexta-feira, a malapata que o assombrava no Benfica. O avançado brasileiro estreou-se a marcar pelos encarnados, com uma bela finalização na ilha Terceira, após setenta dias de águia ao peito sem golos.

A BOLA contatou Marcelo Chamusca, o treinador que acolheu Arthur Cabral na equipa profissional do Ceará, na temporada 2017-2018. Marcelo garante que viu no potente avançado, na altura com 19 anos, «um predestinado, um jogador muito focado e com muita concentração». O treinador brasileiro ficou surpreendido com o talento que lhe tinha caído nas mãos: «Depois de o ver na primeira semana a treinar, falei com o presidente e disse-lhe que era um jogador com muito potencial, e que ia gerar um grande investimento de outro clube».

Marcelo Chamusca, atualmente a treinar o Botafogo-SP, Direitos Reservados

Formado no Ceará, Arthur Cabral chegou à equipa principal com muita vontade de jogar e aprender. «Estava sempre a pedir para fazer mais treinos, treinar mais finalização, sempre com muito vontade. Nessa temporada voou», revela Marcelo a A BOLA.

O atual treinador do Botafogo SP – não confundir com o Botafogo de Futebol e Regatas, atual líder do Brasileirão – é da opinião de que o ponta de lança contratado à Fiorentina tem tudo o que os melhores avançados precisam: «Poder de finalização, força física, finaliza de pé direito e pé esquerdo, tem um bom jogo aéreo, e é muito forte.»

E o que podemos esperar para o resto da temporada? «Vai começar a ter mais números com o passar do tempo e com a adaptação ao campeonato, à equipa e aos colegas», acredita Marcelo. O treinador acrescenta mesmo que «quando chegou à Fiorentina, Arthur também teve alguma dificuldade de adaptação, mas é provável que agora comece a marcar mais, porque tem muito potencial e por causa do fator língua».