Abel comenta festejo polémico do seu avançado: «Eu mesmo às vezes perco o controlo...»
Breno Lopes e Weverton

Abel comenta festejo polémico do seu avançado: «Eu mesmo às vezes perco o controlo...»

INTERNACIONAL16.09.202309:24

Breno Lopes marcou aos 90+5 o golo da vitória do Palmeiras sobre o Goiás, mas para lá do alívio da vitória, o que ficou foi o polémico festejo do avançado. 

Ao longo do jogo, havia sido vaiado pelos adeptos por falta de acerto e nos festejos do golo fez gestos para a bancada colocando a mão na orelha, gritando ‘critiquem agora’, além dos dedos do meio esticados. Todos os jogadores – e até Abel Ferreira - se juntaram nos festejos, mas também para o acalmar.

O treinador Abel Ferreira foi questionado sobre o momento, e se faltou ‘cabeça fria’, uma expressão que usa muito, ao avançado.

«O que devo dizer primeiro é que precisamos sempre dos nossos adeptos. Eles sabem que temos um plantel curto, precisamos de todos os jogadores. E precisamos muito que os adeptos nos ajudem. A segunda coisa que devo dizer é que eu sou o primeiro a cometer erros aqui, já fui expulso algumas vezes, e em muitas por não controlar as minhas emoções», disse, acabando por desvalorizar o momento.

Eu sou o primeiro a cometer erros aqui, já fui expulso algumas vezes, e em muitas por não controlar as minhas emoções

«As emoções fazem parte do futebol. O mais importante é o apoio. Eu mesmo às vezes perco o controlo de minhas emoções. Temos que estar cada vez mais unidos em casa, e os adeptos são a alma da nossa equipa. É para eles que corremos até o último segundo, como foi hoje. Valeu a pena o dinheiro que pagaram, para ver o golo no último segundo. O importante é que o Breno fez o golo da vitória, era o que precisávamos», disse ainda.

 

O guarda-redes Weverton, que chegou a segurar Breno Lopes nos festejos, falou também das reações de ambos os lados. 

«Não só o Breno, mas todos os jogadores têm muito respeito pela torcida. O torcedor está sempre presente, em casa e fora. O Breno comemorou, desabafou ali, mas não podemos falar em desrespeito. Os adeptos sabem o quanto nos entregamos. No final, é tudo por eles também, para que eles se sintam bem. Hoje foi um grande golo dele, que nos deu três pontos, e estamos muito felizes», disse.