França é a primeira finalista do Europeu, após meia-final de reviravoltas
Um golo de Prandi no último segundo levou a França ao prolongamento, e aí venceram a Suécia (IMAGO)

França é a primeira finalista do Europeu, após meia-final de reviravoltas

ANDEBOL26.01.202419:35

Gauleses impuseram-se à Suécia, campeã em título

Num jogo com todas as emoções que uma meia-final merece, a França assegurou a primeira vaga na final do Europeu de andebol, ao vencer a Suécia no prolongamento por 34-30.

Os gauleses lideraram o marcador durante quase todo o jogo, chegaram a ter vantagens de sete golos e ganhavam 17-11 ao intervalo. No segundo tempo, porém, a Suécia, campeã em título, foi ao fundo da alma buscar forças e orgulho e fez uma recuperação incrível. 

Com o guarda-redes Andreas Palicka em grande nível – terminou com 15 defesas, três delas em livres de sete metros consecutivos – os suecos passaram para a frente do marcador já dentro dos últimos 10 minutos (23-22) e a 30 segundos do fim, venciam por 27-25.

Contudo, numa nova reviravolta impressionante, Elohim Prandim empatou o jogo num livre de nove metros marcado já depois da conclusão dos 60 minutos de jogo.

No prolongamento, a equipa francesa não deu qualquer hipótese e assegurou presença na final agendada para domingo. 

Mais cedo, a Hungria venceu a Eslovénia por 23-22, no jogo de atribuição do 5.º lugar, naquele que é o melhor resultado de sempre do conjunto magiar, orientado por Chema Rodríguez, antigo treinador do Benfica.