Superliga: Barcelona expressa «satisfação» pela decisão do Tribunal de Justiça da UE
Joan Laporta agradado com a decisão que dá luz verde à criação da Superliga europeia (IMAGO)

Superliga: Barcelona expressa «satisfação» pela decisão do Tribunal de Justiça da UE

INTERNACIONAL21.12.202312:28

Catalães reagem à decisão que dá luz verde à criação da Superliga, apelando a «uma nova fase de diálogo» entre os envolvidos; Joan Laporta sublinha que a posição do Barcelona «não pretende ir contra a LaLiga ou contra as ligas nacionais»

Depois do Real Madrid, foi a vez do Barcelona reagir aos desenvolvimentos conhecidos esta quinta-feira acerca da decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia relativamente à Superliga europeia, que dá luz verde à criação da prova.

À semelhança de Florentino Pérez, Joan Laporta reage com satisfação à notícia, num vídeo institucional publicado nas redes sociais do emblema catalão: «O futebol atual beneficia aqueles clubes que podem obter benefícios ilimitados de outros e, em alguns casos, até fora do próprio mundo do futebol. Em defesa dos interesses dos nossos associados, temos considerado que devemos assegurar a sustentabilidade presente e futura da entidade».

O presidente dos 'blaugrana' sublinha ainda que os clubes devem ter «maior controlo sobre o seu destino e o seu futuro» e que a posição do Barcelona «não pretende ir contra a La Liga espanhola ou contra as ligas nacionais»: «Pelo contrário, com melhor competição europeia e mais recursos, as ligas nacionais serão mais equilibradas e competitivas. O que queremos é estabelecer um diálogo aberto e construtivo com o objetivo de gerar sinergias entre todas as partes. Para entrar no debate que estamos a pedir, era necessário clarificar a questão jurídica de saber se o atual monopólio da FIFA e da UEFA é compatível com o modelo europeu. Hoje, concordam connosco, ao decidirem que no atual 'status quo' do futebol europeu existe um monopólio incompatível com os princípios do direito europeu.»

Em comunicado, o emblema catalão frisa que «no ano em que o clube celebra o seu 125º aniversário, o Barcelona quer continuar a contribuir com a sua experiência e conhecimento do desporto para propor soluções para os problemas atuais do desporto de alto nível.»

«Por esta razão, o clube apoia a proposta da Superliga promovida pela A22 e incentiva um debate construtivo entre todos os organismos do futebol, tanto a nível nacional como internacional, agora que foi aprovado pelo acórdão de hoje do Tribunal de Justiça da União Europeia», pode ainda ler-se no site dos 'blaugrana'.