Sérgio Vieira queria mais: «Estamos tristes, o foco era levar os três pontos»
O treinador Sérgio Vieira, concentrado antes de um jogo do Estrela da Amadora em jogo pela Liga de futebol. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Sérgio Vieira queria mais: «Estamos tristes, o foco era levar os três pontos»

NACIONAL02.12.202319:38

Treinador do Estrela da Amadora assumiu que procurava a vitória no embate frente ao Rio Ave, resultado que premiaria o trabalho dedicado dos seus comandados

Apesar de o Estrela da Amadora se ter apresentado em Vila do Conde profundamente limitado para defrontar o Rio Ave, pela 12.ª jornada da Liga, com um total de dez jogadores lesionados e um castigado – Léo Jabá, que havia recebido ordem de expulsão na partida anterior, na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal frente ao Vizela (derrota por 2-1, após prolongamento) – o técnico dos tricolores pretendia mais no resultado final ante o Rio Ave.

Mesmo com todas as ausências e contrariedades, o Estrela alcançou um empate (1-1) em casa de um rival direto na luta pela manutenção. Mesmo assim, Sérgio Vieira considera que a sua equipa poderia ter alcançado algo mais no encontro realizado na tarde deste sábado. «Estamos tristes, o nosso foco era levar os três pontos. Tivemos uma forte determinação na reação ao golo e mostrámos alma», assinalou o responsável dos amadorenses.

«Tivemos momentos de qualidade e organização defensiva, sem consentir. Fomos caminhando com as melhores oportunidades», considerou o treinador do Estrela, que realizou uma prestação muito eficiente, defendendo de forma precisa e atacando com critério, alcançando boas oportunidades para finalizar apesar de ter tido menos posse de bola e menor presença no meio-campo e área adversários.

Na conferência de imprensa que se seguiu ao encontro, Sérgio Vieira considerou importante distinguir a diferença entre defender muito…e defender bem. «Não acho que fomos defensivos, fomos uma equipa que merecia ganhar», afirmou, convicto, o técnico que levará para a Reboleira mais um ponto somado como visitante, algo que o Estrela parece estar a acostumar-se a fazer, dado apenas não ter pontuado como forasteiro por duas vezes.

«Nós fomos a melhor equipa na primeira parte. Tivemos muitos bons momentos, o único dado que o Rio Ave esteve superior foi na posse de bola», analisou Sérgio Vieira, que considerou que, no cômputo geral, a sua equipa mereceu por inteiro o ponto que conquistou e, com mais um pouco de discernimento, até poderia ter conseguido sair de Vila do Conde com os três pontos em disputa.