Rúben Amorim: «Coates não será eterno...»
Coates (IMAGO/Sportimage)

Rúben Amorim: «Coates não será eterno...»

NACIONAL08.12.202317:14

Capitão falha a deslocação a Guimarães devido a castigo

Questionado sobre que peso pode ter a ausência do capitão Coates em Guimarães, face a castigo, e se o dinamarquês Hjulmand pode assumir o papel de voz de comando, Rúben Amorim teve resposta curiosa.  

«Toda a gente tem que se chegar à frente, não só o Hjulmand. A equipa tem de crescer nesse aspeto. O Seba [Coates] não jogou também em jogos importantes [frente ao Arsenal] o ano passado, no jogo frente à Atalanta, em casa, sentimos o nervosismo de querer dominar e quando ele entrou, tudo acalmou. No segundo jogo já não senti isso, começou no banco e a equipa esteve bem. O Seba não será eterno, mas também não está para acabar [risos]. Com o desenrolar da idade tem de haver rotação e toda a gente tem de se chegar à frente, um clube como o Sporting não pode ser dependente de um só jogador e os restantes estão preparados para isso. Mas, a bola parada, a sua capacidade de fazer a linha [de fora de jogo], de empurrar a equipa para a frente, são aspetos difíceis de tapar [face à ausência de Coates].