Os destaques do Gil Vicente: o agitador Félix e a mira de Tiba
Félix Correia marcou o segundo golo (Foto Rodrigo Antunes/LUSA)

Os destaques do Gil Vicente: o agitador Félix e a mira de Tiba

NACIONAL18.02.202421:39

Extremo jogou no centro e não parou um instante; médio com passe fantástico

MELHOR EM CAMPO - Félix Correia (nota 7)

Extremo agitador transformado em unidade mais central do ataque, foi um diabo à solta, começando logo na primeira parte a causar perigo na área do Estoril, deambulando entre as faixas e uma zona mais central do setor ofensivo. Sempre com os olhos na baliza contrária, acompanhou o movimento de Murilo e encostou para o segundo golo gilista.

Andrew foi uma autêntica muralha e fica para memória futura aquela defesa aos 23 minutos a impelir para a barra a bola rematada por João Marques. Pouco depois, impediu o golo de Rodrigo Gomes. 

Gabriel Pereira foi um esteio na defesa e ainda foi lá à frente empatar o encontro com um remate colocadíssimo. 

No meio-campo, é para ver e rever até à exaustão o passe de Pedro Tiba no lance do segundo golo, bem como a receção fantástica de Murilo, tal a qualidade do gesto técnico a parar uma bola que não era fácil de receber. 

Rúben Fernandes voltou a casa que bem conhece e não comprometeu, como é seu hábito. 

Mais na frente, Touré abriu alguns novos mundos pela ala esquerda, não fazendo descansar Rodrigo Gomes e Vital. Saído do banco, quando já poucos esperavam mais alguma coisa do jogo, Ali Alipour demonstrou faro de ponta de lança, acreditou no erro adversário e selou o resultado.

As notas do Gil Vicente: Andrew (7): Alex Pinto (6), Gabriel Pereira (7), Rúben Fernandes (6) e Buta (5); Gbane (5) Pedro Tiba (7); Murilo (7), Dominguez (6) e Touré (6); Félix Correia (7); Ali Alipour (6), Fujimoto (5), Castillo (-),  Roan (-) e Afonso Moreira (-)