Neymar tinha lesão no pé direito quando assinou pelo PSG
Neymar

Neymar tinha lesão no pé direito quando assinou pelo PSG

L'Équipe noticia que o avançado brasileiro chegou ao emblema parisiense em agosto de 2017, quando foi contratado por 222 milhões de euros, com uma fratura de 'stress', e não foi operado devido ao mediatismo da contratação

Neymar foi contratado pelo PSG ao Barcelona em agosto de 2017, por 222 milhões de euros, numa altura em que se encontrava lesionado. A informação foi avançada pelo jornal francês L'Équipe.

De acordo com a publicação, o avançado brasileiro já tinha uma fratura de stress no 5.º metatarso do pé direito, o que ajuda a explicar as lesões que marcaram a estadia do jogador em Paris, entre 2017/2018 e 2022/2023, até rumar ao Al Hilal.

As lesões condicionaram (e muito) o jogador nos seis anos no clube, em particular uma fratura no 5.º metatarso do pé direito em fevereiro de 2018, uma recidiva em janeiro de 2019 e uma operação ao tornozelo direito em março deste ano.

Eric Rolland, à data médico do PSG e atualmente no Rennes, explicou ao L'Équipe que a lesão de Neymar foi detetada e que deveria ter sido realizada intervenção cirúrgica, inviabilizada pelo furor em torno da contratação mais cara de sempre.

Os constantes problemas de Neymar no PSG também foram explicados por um médico da seleção francesa, que manteve o anonimato: «Há muitas razões. Há a sua morfologia, constituição física. O seu estilo de jogo, com dribles e movimentos dinâmicos, também são explicação. Se nos focarmos nas suas lesões no 5.º metatarso do pé direito, são lesões traumáticas. Nos dois casos, lesionou-se após duelos que desequilibraram. Não sofreu uma série de problemas musculares, pelo que dizer que estas lesões se devem ao seu estilo de vida não é justo nem preciso.»

Neymar voltou a lesionar-se no pé direito em março deste ano, sendo sujeito a operação, antes de ser contratado no verão passado pelos sauditas do Al Hilal, clube treinador por Jorge Jesus, a troco de 90 milhões de euros. Neste momento recupera de uma rotura do ligamento do joelho esquerdo, que o levou também à mesa de operações.