Francisco J. Marques reage ao agravamento da pena: «Só dissemos verdades, a justiça é lenta para o Benfica»
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto. Foto: IMAGO

Francisco J. Marques reage ao agravamento da pena: «Só dissemos verdades, a justiça é lenta para o Benfica»

NACIONAL23.01.202423:53

Diretor de comunicação do FC Porto admite levar recurso ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

Francisco J. Marques reagiu esta terça-feira, no Porto Canal, à decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, que agravou para dois anos e seis meses de prisão, com pena suspensa, a condenação do diretor de comunicação do FC Porto no caso da divulgação dos emails do Benfica.

«Em primeiro lugar quero saudar a justiça portuguesa pela rapidez do recurso, numa matéria que era complexa, em que havia argumentação da nossa defesa. Isto chegou ao tribunal em meados de dezembro, houve férias de natal, e num mês houve decisão. A mesma justiça que foi célere em decidir este recurso, é a mesma que não conseguiu notificar o jogador Lionn que em tribunal e em declarações às autoridades denunciou o suborno de César Boaventura para perder um jogo contra o Benfica. Com o Benfica, a justiça é um pouco lenta, foram denunciadas práticas irregulares à fartazana em 2012, foi aberta uma investigação que não chegou a conclusões, estamos à espera, mas dá-se o caso de terem passado sete anos. Para isso não houve tempo.»

«Não sou jurista, mas discordo do que lá diz e só de ler é de bradar aos céus. O que diz é que sabíamos que o que dizíamos do Benfica não era verdade. Nós só dissemos verdades. Imagino que haja recurso, mas há uma entidade para a qual haverá recurso seguramente: para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem [TEDH, Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, n.d.r] e aí acredito haver justiça sem interferências, sem caldos de culturas, sem nada disso. Para terminar: o [processo] E-toupeira foi alguém ao serviço do Benfica, um funcionário do Benfica, a violar o sistema da justiça portuguesa. ‘Vamos salvar o Benfica’. César Boaventura: está em curso o processo de salvamento do Benfica.»