Federação Inglesa vai atrás do Man. City depois de os jogadores rodearem árbitro
Haaland e Kovacic abordam o árbitro Simon Hooper. Foto: IMAGO/PA Images

Federação Inglesa vai atrás do Man. City depois de os jogadores rodearem árbitro

INTERNACIONAL04.12.202320:00

Simon Hooper terminou o encontro entre os campeões nacionais e o Tottenham num momento em que Grealish estava isolado; decisão gerou controvérsia dentro e fora do relvado

O Manchester City foi acusado pela FA (Football Association, Federação Inglesa de Futebol) no seguimento dos incidentes no final do encontro com o Tottenham para a Premier League.

Com o resultado em 3-3, o árbitro Simon Hooper não deu a lei da vantagem num lance em que Haaland foi travado em falta, mas levantou-se e isolou Grealish no meio-campo adversário. Instantes depois, sem que o inglês tivesse conseguido finalizar, terminou o encontro, o que gerou desconforto e contestação por parte dos jogadores de Pep Guardiola.

«O Manchester City foi acusado de violação da regra 20.1 da Federação Inglesa de Futebol depois de os seus jogadores terem cercado o árbitro do jogo durante a partida da Premier League contra o Tottenham Hotspur, no domingo, 3 de dezembro de 2023», pode ler-se numa declaração publicada na conta do porta-voz da FA no Twitter