Estrela: Vitó ainda não é opção para defrontar o Casa Pia
Vitó, à direita, em ação num jogo do Estrela da Amadora pela Liga de futebol. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Estrela: Vitó ainda não é opção para defrontar o Casa Pia

NACIONAL06.10.202316:23

Médio seria a opção natural para render Léo Cordeiro, mas está também lesionado, limitando-se a fazer corrida

O Estrela da Amadora apresenta um meio-campo limitado nas suas opções em vésperas de realizar uma importante deslocação ao reduto do Casa Pia – o dérbi da vizinhança, como os dois conjuntos o apelidaram, numa ação promocional conjunta – no qual Sérgio Vieira ainda terá dúvidas relativamente a quem apresentará no miolo dos tricolores.

A lesão de Leo Cordeiro, contraída há mais de uma semana, por altura da receção do Estrela ao SC Braga (derrota por 4-2, na Reboleira) complicou as contas do emblema amadorense, que não contará com o médio brasileiro para o encontro de domingo e aproveitará a paragem competitiva, que permite um fim-de-semana sem competição e duas semanas de trabalho contínuo, para conseguir o seu total restabelecimento e até promover o seu regresso na eliminatória da Taça de Portugal, frente ao Vila Meã.

Sem Léo Cordeiro entre os disponíveis, a ação natural passaria por lançar Vitó no seu lugar…mas o camisola 18 está também lesionado e, apurou A BOLA, também não constituirá opção para o embate ante o Casa Pia apesar de a evolução ao seu problema físico estar a decorrer de forma favorável.

Vitó encontra-se fora de combate há já um mês, desde que contraiu uma lesão muscular na perna esquerda num treino após a deslocação ao reduto do Portimonense, na qual já não havia participado por opção técnica. A partir daí, o médio de 26 anos encontra-se entregue ao departamento médico e, depois de cerca de três semanas de tratamento, já se encontra de volta ao relvado…porém, ainda sem grande atividade e sem qualquer contacto com a bola.

O centrocampista limita-se a fazer corrida, pelo que tem a sua utilização inviabilizada no encontro deste fim-de-semana, juntando-se a Léo Cordeiro no lote de indisponíveis e reduzindo a três as opções de raiz no plantel para o centro do terreno. Além de Aloísio, que tem sido invariavelmente titular ao lado de Léo Cordeiro ou Vitó, restam Pedro Sá e Manuel Keliano, duas opções que ainda procuram cumprir a estreia como titular desde a chegada ao clube, em ambos os casos realizada este verão.