Estrela da Amadora: Pedro Sá pode ser a novidade na convocatória
Pedro Sá oferece a sua camisola aos adeptos do Estrela da Amadora após um jogo pela Liga de futebol. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Estrela da Amadora: Pedro Sá pode ser a novidade na convocatória

NACIONAL26.12.202318:11

Médio está parado há mais de dois meses e meio, na recuperação a uma rotura muscular no gémeo esquerdo, mas revela francas melhoras e já procura readquirir ritmo competitivo a tempo de figurar na convocatória para o embate frente ao Arouca, esta quinta-feira

O trabalho dedicado que o Estrela da Amadora tem vindo a realizar nos últimos dias, nos quais dispensou inclusivamente uma pausa para a celebração do Natal, tem vindo a dar frutos, não apenas na manutenção da boa forma física dos elementos que têm estado disponíveis como também no progresso da recuperação dos vários jogadores que têm estado entregues ao departamento médico nas últimas semanas.

Nesse sentido, o trabalho conjunto realizado entre a equipa técnica e departamento médico dos tricolores pode levar a que pelo menos uma recuperação seja possível, em tempo útil, para integrar a convocatória para a receção ao Arouca, agendada para esta quinta-feira e o atleta em melhores condições para o fazer, apurou A BOLA, será Pedro Sá. O médio, que não compete oficialmente há já mais de dois meses e meio, corre para a convocatória e até poderá figurar nas opções para o jogo.

O experiente centrocampista de 30 anos realizou o seu último jogo no triunfo alcançado sobre o Casa Pia (1-0), a 8 de outubro, e depois viu-se obrigado a parar, a contas com uma rotura muscular no gémeo esquerdo. A sensibilidade sempre adjacente ao facto de tratar-se de uma lesão muscular levou a que o jogador se submetesse a uma recuperação mais prolongada, mas sem retrocessos, facilitando a sua reintegração na alta competição muito em breve, quem sabe já na ronda da Liga que se segue.

Pedro Sá mantém-se, por isso, em dúvida até à hora do jogo ante o Arouca mas já bate à porta da convocatória, clinicamente apto e em busca da melhor condição para voltar a entrar nas escolhas de Sérgio Vieira. A lesão surgiu num momento em que o médio começava a ganhar maior preponderância na equipa principal, vislumbrando-se até que foi precisamente na sua última aparição que o jogador cumpriu como titular e a tempo inteiro, cumprindo os 90 minutos.

Antes, o médio ex-Portimonense surgia como alternativa frequente a saltar do banco de suplentes nas seis restantes partidas nas quais foi utilizado e teve a sua afirmação estagnada. Agora, com o regresso à vista, o Estrela prevê voltar a conceder, progressivamente, o espaço que já tinha previsto para o jogador, que caso consiga vencer este sprint rumo ao regresso a uma convocatória deverá começar a partida no banco de suplentes e, quem sabe, somar alguns minutos no decorrer da partida ante o Arouca.

Um cenário que agradará sobremaneira a Sérgio Vieira, que assim recebe mais uma opção para o meio-campo para exercer concorrência à dupla que tem alinhado como titular nas últimas semanas, formada por Leo Cordeiro e Vitó. De resto, Manuel Keliano tem sido a alternativa imediata a estes dois jogadores, mas em breve estará de partida, rumo à disputa da Taça das Nações Africanas ao serviço de Angola. Assim, o técnico dos tricolores e restante estrutura saúdam este iminente regresso de Pedro Sá para a rotação da equipa nas semanas que se seguem.