Casa Pia: João Nunes procura consolidar o lugar na defesa
João Nunes, do Casa Pia (à direita), disputa a bola com Galeno, do FC Porto (à esquerda), com Vasco Fernandes nas proximidades. Foto: ZUMA Wire/Imago.

Casa Pia: João Nunes procura consolidar o lugar na defesa

NACIONAL05.01.202417:18

Central português surgiu no onze no triunfo dos gansos sobre o Chaves e repetiu a titularidade na receção ao SC Braga, procurando uma inédita terceira presença no onze na presente temporada

O Casa Pia continua a preparar a complicada deslocação ao reduto do Moreirense, sexto classificado da Liga, com algumas dúvidas na sua defesa: André Geraldes ainda procura completar a sua recuperação a tempo de constituir opção para o jogo e concorrer por um lugar na lateral direita com Gaika Larrazabal, enquanto no eixo defensivo a concorrência é feroz, com seis opções a lutar por apenas dois lugares na equipa titular sendo que apenas Nermin Zolotic parece ter o seu lugar garantido.

Ao lado do bósnio, tem sido João Nunes o escolhido, mais concretamente desde que Pedro Moreira optou por apresentar pela primeira vez na temporada – e em vários anos no próprio Casa Pia – uma linha de quatro defesas, frente ao Desportivo de Chaves, numa ideia que resultou (vitória por 3-1) e se manteve para as jornadas seguintes. A nova forma de jogar dos gansos parece ter beneficiado o português, cujo lugar é disputado pelos experientes Vasco Fernandes e Fernando Varela, assim como Duplexe Tchamba e o jovem Isaac Monteiro.

Caso repita a titularidade, João Nunes poderá somar a terceira titularidade consecutiva e atingir o maior registo da sua temporada, dado ainda não ter conseguido melhor que duas partidas consecutivas no onze, algo que apenas sucedeu por duas vezes na presente temporada. Em outubro, o central defrontou Rabo de Peixe, pela Taça de Portugal, e Benfica, pela Liga, na semana seguinte, para um mês mais tarde, em novembro, ter defrontado Vizela e Estoril em jornadas consecutivas.

A partir da derrota na Amoreira (4-0), João Nunes viu-se obrigado a esperar e o timing não poderia ter sido melhor para o defensor de 28 anos em Chaves: Vasco Fernandes viu-se afetado por dois problemas físicos, entretanto já debelados, e Fernando Varela sofreu de problemas digestivos, o que abriu lugar para a sua titularidade com uma resposta que foi do agrado do treinador, que lhe garantiu a titularidade na jornada seguinte, na receção ao SC Braga (derrota por 3-1). 

O perfil de João Nunes parece beneficiá-lo nesta corrida por um lugar numa dupla defensiva, ao invés de um trio: completou toda a formação no Benfica, competindo numa matriz de 4x3x3, e detém maior velocidade do que Vasco Fernandes e Varela, que estão também numa diferente fase das suas carreiras, com 37 e 36 anos, respetivamente. No entanto, há três jogos – e um mês – que os lisboetas não terminam um jogo sem sofrer golos e a equipa poderá, quem sabe, testar novo parceiro para Zolotic, procurando acertar na mouche a partir do encontro de segunda-feira.

Agora, fica a dúvida sobre a decisão da equipa técnica, que terá o dilema de dar entrosamento a uma dupla duradoura ou poderá dar impulso a outra opção como Vasco ou Varela, que até Chaves se vinham habituando ao estatuto de primeira escolha e procuram recuperar esse lugar numa partida que se prevê exigente em Moreira de Cónegos, perante um Moreirense em estado de graça que não é derrotado para a Liga desde…setembro, altura em que foi derrotado pelo líder da classificação, o Sporting (3-0). À atenção do ganso…