Casa Pia: Geraldes corre para lutar pela direita frente ao Gil
André Geraldes, do Casa Pia (à direita), luta pela posse da bola com Ronaldo Tavares, do Estrela da Amadora. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Casa Pia: Geraldes corre para lutar pela direita frente ao Gil

NACIONAL28.02.202418:23

Ala direito sofreu entorse no tornozelo, que o afastou da visita a Guimarães; havia sido titular na estreia de Gonçalo Santos e pode reeditar luta intensa com Gaizka Larrazabal pela titularidade

Será com a moral em alta, no seguimento das duas vitórias consecutivas que apresenta, e com o departamento médico bastante mais desanuviado que o Casa Pia enfrenta a partida agendada para este domingo, ante o Gil Vicente: André Geraldes, um dos elementos que representou ausência para a deslocação ao Minho, onde os gansos derrotaram o Vitória de Guimarães, apresenta francas melhoras e poderá regressar a tempo de integrar as opções para o embate ante os gilistas.

O lateral direito compunha o lote de indisponíveis juntamente com Felippe Cardoso, que devido a desconforto muscular falhou as duas jornadas até ao momento realizadas sob o comando de Gonçalo Santos, e Kiki, que se trata de uma situação distinta, não se encontrando já lesionado, mas a recuperar os índices competitivos para voltar a jogar oficialmente. Três nomes que, muito em breve, estarão de regresso às opções do treinador, a começar por Geraldes.

O defensor de 32 anos contraiu uma entorse no tornozelo esquerdo no decorrer da semana de preparação para a visita ao reduto do Vitória de Guimarães, tendo falhado essa partida e sido entregue a uma recuperação que, dada a pouca gravidade do problema físico que o afeta, será célere e caminha a passos largos para a total recuperação. Desta forma, é provável que, ao fim de cerca de uma semana de paragem, o jogador esteja apto a fortalecer o grupo e concorrer pelo lugar na ala direita.

Uma luta que promete ser interessante, dado que André Geraldes foi o escolhido para o primeiro onze eleito por Gonçalo Santos, mais precisamente na receção ao Arouca, tendo destronado – pelo menos nessa partida – o seu concorrente e titular com maior frequência ao longo da temporada, o basco Gaizka Larrazabal. Caso se confirme a sua aptidão para a receção ao Gil, poderá motivar uma interessante disputa pelo lugar, numa situação de igualdade de circunstâncias entre os dois atletas.

Atendendo às suas possibilidades de recuperar o lugar, André Geraldes poderá cumprir uma segunda metade de temporada a um nível acima do que revelou com os anteriores técnicos do Casa Pia, Filipe Martins e Pedro Moreira, perante os quais tem protagonizado uma época errática. De resto, até à titularidade que lhe foi concedida há cerca de duas semanas, o lateral/ala apenas havia cumprido quatro minutos de utilização em pouco mais de dois meses, acumulados no período final da visita a Alvalade, onde o Casa Pia foi goleado pelo Sporting.

Geraldes conta, neste momento, 16 aparições pelo emblema de Pina Manique, entre as quais seis foram enquanto escolha inicial, num total de três pela Liga. Um somatório que o experiente atleta procura melhorar, podendo começar desde já pelo embate com os gilistas, que poderá prolongar a fase positiva do conjunto lisboeta, que já ocupa um bem mais confortável 11.º lugar e até pode aspirar a escalar mais lugares na tabela classificativa da Liga.