Casa Pia: Fernando Andrade sob alçada disciplinar e afastado do plantel
Fernando Andrade, do Casa Pia (à esquerda), disputa a posse de bola com Hidemasa Morita, do Sporting, em jogo pela Liga de futebol. Foto: Imago.

Casa Pia: Fernando Andrade sob alçada disciplinar e afastado do plantel

NACIONAL09.02.202418:45

Avançado brasileiro enfrenta punição após ter abandonado o treino no passado domingo; não participou na preparação para o embate com o Rio Ave e até pode deixar o clube lisboeta

Ao contrário do que Pedro Moreira e a administração do Casa Pia desejavam, a véspera da preparação para a deslocação a Vila do Conde, onde defrontará o Rio Ave, trouxe mais discórdia e um problema acrescido, do foro disciplinar.

A sessão matinal de domingo, ainda realizada em Pina Manique para ultimar a receção ao Boavista, ficou marcada por um ato de indisciplina de Fernando Andrade, que tomou a iniciativa de abandonar os trabalhos, numa atitude do experiente avançado que sucedeu no momento em que foi informado de que não seria convocado para a partida que se realizou no dia seguinte (0-0). A administração do emblema lisboeta procurou manter este episódio a portas fechadas.

A revelação na esfera pública levou a que o Casa Pia tenha confirmado esta sexta-feira o sucedido...e também deverá tornar públicas as medidas a aplicar ao jogador, que poderão revelar-se exemplares. Em função de o problema ter tido lugar há quase uma semana, A BOLA apurou que Fernando Andrade já enfrenta medidas disciplinares, tendo sido imediatamente afastado do plantel, pelo que não participou na preparação para o embate com o Rio Ave.

Quanto ao desfecho desta novela será o próprio Pedro Moreira a anunciá-lo, este sábado, na conferência de antevisão que antecederá a partida para Vila do Conde, pelas 13.45 horas. O nosso jornal apurou que ainda não existe uma decisão definitiva quanto ao avançado de 31 anos, que até poderá deixar em definitivo o grupo de trabalho, colocando-se sobre a mesa a rescisão contratual que, a acontecer, os gansos procurarão que seja amigável até porque a saída poderá ser vista com bons olhos por ambas as partes.

Fernando Andrade não faz parte das opções imediatas do treinador e o atleta poderá considerar a possibilidade de rumar a outras paragens para conhecer maior protagonismo, até pelo facto de existirem ainda mercados internacionais abertos, nomeadamente fora da Europa e inclusivamente no seu país natal, o Brasil. Uma conjugação que poderá ajudar a que a partida imediata do jogador possa ganhar forma, assim solucionando este conflito em particular.

Recorde-se que Fernando Andrade não constitui uma aposta concreta para Pedro Moreira, que apenas lhe concedeu a titularidade na sua estreia no comando técnico do emblema de Pina Manique.

Além dessa aparição como titular frente ao Nacional, pela Taça de Portugal, o atacante foi suplente utilizado em outras oito partidas, não tendo feito parte das escolhas para a receção ao Boavista e ainda perdido espaço com o mercado: as chegadas de Rúben Lameiras, Nuno Moreira e André Lacximicant diminuíram ainda mais a margem de manobra do brasileiro, que não escondeu o seu desagrado pela situação e poderá mesmo deixar o clube nos próximos dias.