António Folha: «Estou com muita azia, Jesus…»
António Folha, treinador do FC Porto B (ASF)

António Folha: «Estou com muita azia, Jesus…»

NACIONAL30.12.202313:47

Treinador do FC Porto B mostrou-se revoltado com a arbitragem do encontro que terminou com a derrota (2-3) na receção ao Nacional

O FC Porto B saiu derrotado na receção ao Nacional, em que David Carmo fez a sua estreia, e a equipa orientada por António Folha mostrou-se muita revoltada com a arbitragem de João Pedro Afonso no lance que originou o empate (2-2) para os insulares.

O treinador da equipa B do FC Porto falou assim na flash interview do Porto Canal, que transmitiu a partida da 15.ª jornada da Liga 2:

«Apesar de estar numa equipa B, que é para formar e dar crescimento aos jogadores e à equipa, estou com muita azia, Jesus… Ainda bem que tenho um dia de folga, caso contrário teria uma passagem de ano muito má… Trabalhámos muito, debatemo-nos contra os adversários e demonstrámos que fomos muito mais fortes. É verdade que temos três derrotas contra os três primeiros classificados (Santa Clara, Nacional e AVS), mas não somos inferiores, de maneira nenhuma», disse António Folha, que preferiu não falar diretamente sobre o erro da arbitragem na perspetiva do FC Porto.

«É daqueles jogos que não me entra… Até sou um gajo pacífico, gastei muito dinheiro para dar prendas a muitas pessoas… O senhor da Liga (delegado) está aqui ao lado, com um bloco de notas, pronto para apontar tudo o que eu disser… parecem polícias… mas não quero mesmo falar. As pessoas têm olhinhos e há coisas que não compreendo…»

FC Porto B derrotado em casa na estreia de David Carmo

30 dezembro 2023, 13:04

FC Porto B derrotado em casa na estreia de David Carmo

Jesús Ramírez, avançado do Nacional, foi a figura do jogo ao apontar um hat-trick. Sérgio Conceição esteve nas bancadas a assistir à estreia de David Carmo na equipa B. Segundo golo madeirense muito contestado pelos dragões.

O segundo golo do Nacional foi muito contestado pelo FC Porto B, que pedia mão na bola de André Sousa. Num jogo com VAR, o árbitro validou o golo, perante a contestação dos azuis e brancos.