Francisco Neto considera «importante» a permanência de Portugal na Liga das Nações feminina
O selecionador da equipa portuguesa de futebol feminino, Francisco Neto, segura a bola em jogo pelo campeonato do mundo. Foto: ZUMA Wire/Imago.

Francisco Neto considera «importante» a permanência de Portugal na Liga das Nações feminina

SELEÇÃO27.11.202312:15

Selecionador nacional feminino abordou os jogos diante de Noruega e França

No mesmo dia em que arranca a concentração da Seleção Nacional feminina para as últimas duas jornadas do Grupo 2 da Liga das Nações feminina, que reservam uma deslocação à Noruega, esta sexta-feira, e por fim, a receção à França na derradeira jornada, quatro dias depois, Francisco Neto definiu a manutenção na Liga A como meta para a equipa nacional. Para o fazer, a equipa nacional terá de pelo menos pontuar em solo nórdico numa verdadeira final pela permanência da competição dada a proximidade pontual entre as duas seleções.

Noruega e Portugal defrontam-se com apenas um ponto a separá-los: a equipa lusa chega a Oslo com três pontos – conquistados precisamente frente às norueguesas em Barcelos –, ao passo que as nórdicas ocupam o último lugar, com dois pontos e o selecionador português pretende permanecer entre a elite desta competição. «É importante, porque garantíamos a presença na próxima Liga das Nações, continuando a competir ao mais alto nível e melhora-nos também as condições no ranking», estabeleceu, ambicioso.

«Sabemos que não interfere diretamente na nossa possibilidade de ir ao campeonato da Europa, cujo apuramento começará em abril, mas o caminho e os jogos que teremos de fazer serão idênticos», considerando ainda que o Grupo 2, no qual Portugal se encontra inserido, será aquele que possui maior equilíbrio de forças entre as seleções que o compõem. «É um grupo nitidamente de pormenores, entre os quatro grupos da primeira divisão o grupo mais equilibrado e no qual as equipas já mostraram que podem ganhar a todas», definiu.