Sporting vence Benfica e conquista a Supertaça
Sporting derrotou o Benfica e conquistou a Supertaça de andebol (FPA)

Sporting vence Benfica e conquista a Supertaça

ANDEBOL17.12.202319:37

Triunfo dos leões por 38-34 na final e ergue o troféu pela quarta vez

A melhor equipa, com as melhores individualidades e a que mais quis ganhar. O Sporting conquistou a quarta Supertaça do seu historial, ao bater o Benfica na final por 38-34, num jogo em que esteve a maior parte do tempo na frente do marcador.

Sporting conquistou a Supertaça de andebol (FPA)

Depois de na véspera terem batido o FC Porto com um golo no último segundo, os leões voltaram a mostrar a razão de estarem invictos esta época e juntaram a essa invencibilidade aquilo que realmente importa: um troféu. Um título que fugia ao clube há 10 anos e que, a avaliar pelas declarações dos jogadores no final do encontro, vai servir para aumentar a fome de conquistas.

O dérbi foi bom. Equilibrado como se deseja e com as duas equipas a passarem pela frente do marcador. Mas o Benfica só o conseguiu fazer durante a 1.ª parte. Depois desperdiçou as poucas oportunidades que a equipa de Ricardo Costa lhe concedeu. Numa partida em que as defesas poucas vezes conseguiram travar os ataques e da qual os guarda-redes passaram um pouco ao lado, a garra dos jogadores leoninos fez muita diferença.

O conjunto verde e branco chegou à final naturalmente mais confiante, fruto da época imaculada que tem protagonizado e desta vez nem esteve tão dependente dos irmãos Costa.

É verdade que eles voltaram a terminar como os melhores marcadores, mas houve muito Salvador Salvador. Natan Suárez também surgiu a agarrar a equipa pelos colarinhos quando ela parecia ir cair. E Leo Maciel, apesar do jogo apagado, surgiu nos últimos 10 minutos a segurar a vantagem do Sporting.

E sim, Martim Costa sai de Santo Tirso como o herói da Supertaça. Se marcou o golo decisivo frente ao FC Porto, na final esteve muito tempo de fora - tem tido alguns problemas físicos esta época -, mas apareceu nos últimos minutos a matar todas as esperanças do Benfica. Foi ele quem deu a primeira vantagem de quatro no jogo (34-30), no segundo de uma sequência de cinco golos que marcou nos últimos 10 minutos.

Quanto ao Benfica, o melhor que se pode dizer é que não desistiu até ao fim. Apesar da desilusão que tem sido a primeira época de Jota González como treinador, os encarnados conseguiram manter o desfecho em aberto até perto do fim contra aquela que tem sido a melhor equipa em Portugal. Porém, isso não bastou para repetir a conquista da época passada. E foi o Sporting quem festejou no final.

É a quarta Supertaça para o Sporting que há 10 anos não vencia o troféu.

ACABOU! SPORTING CONQUISTA A SUPERTAÇA!

VITÓRIA DOS LEÕES POR 38-34.

59'- Ricardo Costa pede um desconto de tempo a poucos segundos do fim quando o Sporting vence por 37-34.

58'- Benfica desperdiça o ataque e o Sporting já não vai deixar fugir a Supertaça.

58'- Martim Costa!! O herói da meia-final marca quatro golos consecutivos e não deixa o Benfica encostar. Está imparável o jovem de 21 anos do Sporting. 37-34 a menos de dois minutos do fim.

56'- Martim Costa a aparecer nestes últimos minutos, mas o Benfica não desiste. 35-33 a pouco mais de três minutos do final. 

54'- Benfica marca dois golos consecutivos e volta a pressionar (34-32).

53'- Martim Costa volta a marcar e a dar a primeira vantagem de quatro golos ao Sporting: 34-30 e os leões bem encaminhados para conquistar a Supertaça que lhe foge há dez anos.

52'- Ricardo Costa pede time-out para alinhar a estratégia para os últimos minutos.

50'- A dez minutos do fim, Benfica muda defesa para 5x1, mas o Sporting chega aos 32-29 por Natan Suárez.

48'- Sporting vai conseguindo manter três golos de vantagem. Martim Costa aponta o 29-26.

45'- Ole Rahmel reduz para o Benfica. 27-25 a meio da segunda parte.

43'- Suárez marca novamente e Sporting consegue a primeira vantagem de três golos do jogo: 27-24 e o treinador do Benfica pede um desconto de tempo.

42'-Natan Suárez volta a dar uma vantagem de dois golos ao Sporting (26-24).

40'-Benfica tem apostado no 7x6 em vários momentos desta segunda parte e volta a empatar a jogar em superioridade no ataque (24-24).

38'- Benfica desperdiça oportunidade para passar para a frente e Sporting volta a estar a dois de distância (24-22).

36'- Empata o Benfica! 22-22. Jogo não desata!

35'- Rahmel reduz para 22-21 na conversão de um livre de sete metros.

34'- Kiko Costa volta a dar dois golos de vantagem: 22-20.

33'- Alexis Borges e Natan Suárez desentendem-se e são ambos excluídos. Sporting na frente por 21-20.

33'- Mantém-se o equilibrio na partida: Paulo Moreno faz o 20-20.

COMEÇA A SEGUNDA PARTE!

INTERVALO! SPORTING NA FRENTE!

Leões vencem por 18-17 no final dos primeiros 30 minutos.

28'- E agora é o Sporting a dar a volta! Gurri aponta o 18-17 para os leões.

27'- A alternância não pára! Volta a passar para a frente o Benfica: 17-16.

24'- Salvador Salvador está imparável! O capitão do Sporting já leva seis golos e faz o 15-14!

24'-Benfica volta a empatar o jogo! 14-14 apontado por Filip Taleski.

21'- Paragem do treiandor das águias resulta e Rahmel reduz para 13-12.

21'- Jota González, treinador do Benfica, pede time-out para reorganizar a equipa que está a mostrar falta de ideias para contrariar a defesa leonina.

20'-Benfica mostra dificuldades no ataque e o Sporting volta a dois golos de vantagem (13-11).

16'- Jensen defende livre de sete metros de Kiko Costa. 10-10 no marcador.

15'- Enorme equilíbrio nestes primeiros 15 minutos, com vantagens alternadas. Sporting volta para a frente: 10-9.

11'- Benfica desperdiça oportunidade para passar para dois golos de vantagem quando estava em inferioridade numérica e Salvador Salvador empate num contra-ataque.

9'- Alguns minutos depois da interrupção, o jogo é retomado com Kristensen na baliza. Jogo empatado 5-5.

9'- Guarda-redes do Sporting recebe assistência dos bombeiros para tentar estancar uma hemorragia no nariz.

9'- Grigoras acerta bolada na cara de Kristensen, guarda-redes do Sporting, e os ânimos exaltam-se entre os jogadores das duas equipas. Salvador Salvador tnta tirar satisfações com o jogador do Benfica que é excluído por dois minutos.

8'- Benfica faz parcial de 3-0 e chega à primeira vantagem do jogo. 

7'- Rahmel volta a empatar o jogo: 4-4.

5'- Kristensen trava ataque do Benfica e Sporting alcança a primeira vantagem de dois golos com o segundo golo de Martim Costa no jogo (4-2).

3'- Novo livre de sete metros e desta vez Rahmel não falha: 1-1.

2'- Ole Rahmel desperdiça livre de sete metros e atira por cima!

1'- Martim Costa marca o primeiro golo da partida e dá vantagem ao Sporting.

COMEÇA A FINAL DA SUPERTAÇA!

Sporting com a primeira posse de bola.

Tudo pronto para o início do jogo.

Equipas já aquecem no Pavilhão Municipal de Santo Tirso:

Boa tarde. Dentro de momentos joga-se a final da Supertaça e para decidir o vencedor do primeiro troféu da temporada há dérbi lisboeta. Sporting e Benfica defrontam-se na final que vai ter início às 18h, em Santo Tirso.

Os verdes e brancos procura conquistar um título que lhe escapa há dez anos, estando mais perto de voltar a registar essa proeza depois de vencer o FC Porto no último segundo da partida, por 35-34. Se o triunfo frente a um rival direto serve de motivação extra, os leões já vinham com muita confiança para a prova, uma vez que ainda não perderam em competições nacionais.

Os encarnados, por outro lado, jogaram na primeira meia-final de ontem, dia 16 de dezembro. Pela frente teve a equipa madeirense do Marítimo e apesar de o resultado mostrar 37-31, a diferença de golos não espelha o equilíbrio do duelo. As águias são as atuais detentoras do título e tudo vão fazer para o renovarem.