Andebol: as contas de Portugal para ainda ir ao torneio pré-olímpico
Portugal já não depende apenas de si para conseguir o apuramento para o pré-olímpico (IMAGO)

Andebol: as contas de Portugal para ainda ir ao torneio pré-olímpico

ANDEBOL23.01.202419:11

A Seleção não joga mais no Europeu, mas pode alcançar o objetivo

Apesar de já ter terminado a participação no Europeu, fruto do empate com os Países Baixos (33-33) e da vitória da Eslovénia sobre a Dinamarca (28-25), que garante aos eslovenos o jogo de atribuição do 5.º lugar, os Heróis do Mar mantém a hipótese de apuramento para o torneio pré-olímpico.

Para isso, é preciso que a Islândia vença a Áustria nesta quarta-feira, num jogo grupo I da main round. O conjunto austríaco, grande surpresa da competição, chega a esta fase ainda com possibilidade de se apurar para as meias-finais. Isso só acontece, porém, se a anfitriã Alemanha perder com a Croácia, que já não luta por nada nesta última jornada.

O cenário mais provável para a Áustria é, por isso, a luta pelo terceiro lugar no grupo, que valeria o apuramento para o jogo de atribuição do 5.º lugar. E aí há duas hipóteses: ou ganham à Islândia, ou precisam que a Hungria não faça melhor resultado do que os austríacos diante da França. 

Se o conseguirem, os austríacos asseguram imediatamente a segunda vaga no pré-olímpico, uma vez que têm vantagem no confronto direto com a Hungira, e deixam Portugal dependente de quem for campeão Europeu e do que acontecer… na CAN.

O último cenário que pode levar Portugal ao torneio pré-olímpico passa por Dinamarca ou França ganharem o Europeu (já estão ambas apuradas para os Jogos) e o Egito conquistar a CAN, que decorre naquele país até ao final de janeiro. Nesse caso, a Eslovénia ficaria com uma vaga graças ao 10.º lugar no Mundial e abriria um lugar pelo Europeu para o melhor classificado (sem vaga), que seria Portugal.