Taça de Itália: Roma e Milan no ataque às meias-finais
José Mourinho enfrenta a Lazio, Rafael Leão joga com a Atalanta, nos quartos de final da Taça de Itália. Foto IMAGO/LaPresse

ANTEVISÃO Taça de Itália: Roma e Milan no ataque às meias-finais

INTERNACIONAL10.01.202408:24

Equipas de José Mourinho e Rafael Leão encontram Lazio e Atalanta no caminho até ao troféu

Esta quarta-feira é dia de Taça de Itália. O encontro grande dos quartos de final é o dérbi da capital italiana, que coloca Lazio e Roma frente a frente.

A equipa de José Mourinho enfrenta a equipa laziale após o encontro frente à Atalanta, em que o técnico português foi expulso. Ainda assim, sendo para outra competição, o special one vai estar no banco a orientar a sua equipa. É o primeiro jogo entre Mourinho e Sarri desde o empate para o campeonato, jogo que foi disputado após as competições europeias e que levou o italiano a dizer que a sua equipa vinha de uma «guerra de futebol», ao passo que o adversário tinha «jogado um jogo particular». Ou seja, a tensão de um dérbi está ainda mais exponenciada fora das quatro linhas.

Olhando para dentro de campo, a Lazio deverá apresentar o seu futebol ofensivo, apanágio de Maurizio Sarri. Zaccagni e Immobile são baixas de peso, mas há uma boa notícia para o técnico: Luís Alberto, criativo médio espanhol, está disponível para o encontro. Felipe Anderson deverá assumir a titularidade e, se jogar, torna-se no jogador com mais partidas disputadas consecutivamente pelo conjunto laziale: 125.

Do lado da Roma, mantém-se o dilema das lesões. Smalling, Llorente, Kumbulla e Renato Sanches estão fora das contas. Para além disso, Mourinho terá escolhas para fazer. Spinazzola parece pedir cada vez mais um lugar no onze, assim como El Shaarawy. Ambos poderão adicionar ao onze, em detrimento de outras características, como a criatividade de Dybala ou a força posicional de Lukaku. 

Espera-se um encontro com a Lazio a jogar na sua velocidade, com passes rápidos mas sempre com bola. Do lado da Roma, a adição dos dois jogadores mencionados poderá dar alguma profundidade para contra-ataques, mas os momentos com bola serão, quase sempre, em apoio, como tem acontecido com os giallorossi. Dean Huijsen, de apenas 18 anos, poderá ter direito à sua primeira titularidade.

O outro encontro deste dia de Taça de Itália coloca frente a frente Milan e Atalanta.

Após a vitória com o Empoli no passado domingo, a equipa de Rafael Leão selou a quinta vitória em seis jogos e já não perde desde o encontro frente... à Atalanta. Neste momento, apesar do bom momento, as lesões também preocupam Stefano Pioli. Kalulu, Tomori, Thiaw e Caldara são os defesas centrais que estão fora das contas do técnico, o que leva a que, segundo se avança em Itália, até Theo Hernández possa estar a ser testado no eixo da linha mais recuada. Para a Atalanta, a maior ausência deve-se ao CAN: Ademola Lookman, um dos avançados mais importantes para Gasperini, está ao serviço da Nigéria e não conta no próximo mês.

Apesar de todas as baixas, o Milan tem todos os instrumentos para conseguir alcançar as meias-finais da Taça. Na linha da frente, deverão estar Rafael Leão, Giroud e Pulisic, extremos velozes e um avançado extremamente eficaz para conseguirem fazer frente ao maior problema da Atalanta: a defesa. Apesar do futebol atacante que pratica, com jogadores como Koopmeiners e Miranchuk como principais criadores da equipa, a defesa deixa, por vezes, a desejar, sobretudo no momento de transição, e pode sofrer contra jogadores tão rápidos como aqueles que o Milan apresenta, num jogo que, ao contrário do que se espera quando se fala do futebol italiano, tem potencial para ter muitos golos.