«Se o Michel tiver uma oferta do Bayern levo-o a Munique de carro»
Michel, treinador do Girona

«Se o Michel tiver uma oferta do Bayern levo-o a Munique de carro»

INTERNACIONAL04.01.202416:41

Pere Guardiola, coproprietário do Girona, falou do bom momento da equipa e abordou a situação do treinador, Michel

Pep Guardiola todos conhecem, mas e o seu irmão? Pere Guardiola também não tem uma agenda pouco preenchida. O catalão é coproprietário do Girona há quase quatro anos, o clube revelação da La Liga na presente temporada. Em entrevista ao Relevo, o empresário espanhol confessou que o mundo do futebol é mais complicado do que parece.

«O dia a dia é muito complicado, muito difícil. Mas de qualquer maneira tens de querer vivê-lo. No final, tudo depende da bola entrar e à nossa frente está sempre alguém tão ou mais preparado do que nós, que quer exatamente a mesma coisa que nós», afirmou Guardiola.

O empresário espanhol tem em mãos o clube revelação da La Liga, o Girona, admitindo que ser coproprietário do Girona «é complicado». «Quando tens um projeto nas mãos que queres realizar, queres fazer bem feito, e não compromete mais os teus sonhos, mas os de muita gente dentro e fora do clube, é complicado e faz-te sofrer muito. Porque no mundo do futebol as pessoas são inteligentes, são altamente treinadas, são trabalhadoras e isso exige muito de ti, jogador, treinador, preparador físico, presidente, dono... Não é tão fácil quanto muitos acreditam. No final, é um grande negócio onde os sentimentos se misturam».

Parte fulcral para o bom momento do Girona deve-se ao seu treinador, Michel. Ainda que o treinador tenha assumido grande importância dentro do clube, Pere Guardiola admite que o espanhol pode sair «quando quiser».

«Ele é dono do seu futuro. Ele mereceu. Se uma equipa chega e ele está animado, obrigado e adeus. Garanto-vos que se ele tiver uma oferta do Bayern Munique e tiver contrato com o Girona, vou levá-lo de carro para Munique. O que ele fez em Girona deu-nos para ser eternamente gratos. Ele poderia ter entrado no top 7 na Europa ou noutros lugares, mas optou por estar conosco. Não sei quanto tempo ele vai ficar, mas o que vamos tentar fazer é continuar a dar-lhe talentos para ele trabalhar», afirmou.

Michel a celebrar a vitória contra o Atlético Madrid (IMAGO / AOP.Press)
Tags: