Pedro Caixinha explica o que correu mal esta época
Pedro Caixinha fez um balanço da época (Foto: IMAGO)

Pedro Caixinha explica o que correu mal esta época

Treinador português, com contrato até 2024, fez balanço da temporada à frente do Bragantino, clube que chegou a lutar para ser campeão do Brasil

O Bragantino venceu este domingo o Coritiba na última partida em casa este ano, para o Brasileirão, colocando ponto final em série de três derrotas seguidas, e após o jogo Pedro Caixinha aproveitou para fazer um balanço do primeiro ano no clube.

«Foi uma época caracterizada por situações onde a equipa estava sujeita a tomar decisões e falhou. A equipa escreveu a história fruto do seu sacrifício, mas quando chegámos ao momento da verdade foi difícil segurar isso. Faz parte do crescimento», analisou o técnico português, referindo-se ao facto de o Bragantino ter chegado a depender apenas de si para ser campeão.

Com contrato até 2024, o treinador de 53 anos garantiu maior exigência: «Vamos ter de aumentar a cultura de exigência. A melhoria individual vai levar-nos à melhoria coletiva. Temos de continuar a crescer em relação ao que fizemos neste ano.»

Sem hipótese de lutar pelo título ou ficar entre os quatro primeiros classificados (lugares que dão acesso direto à Libertadores), o Bragantino joga esta quarta-feira com o Vasco da Gama para decidir se ficará na quinta ou sexta posição do Brasileirão, e ir ao playoff. 

«Há dois pontos fundamentais para o próximo jogo. O primeiro é que temos que concluir os nossos próprios objetivos e só vamos conseguir se ganharmos o jogo. Segundo, é um jogo difícil, temos de respeitar o adversário e mostrar ética. Isso só pode ser feito disputando o jogo como se fosse uma final», sublinhou.