Os destaques do SC Braga: Vítor Carvalho assumiu o trono em dia de Reis
Vítor Carvalho fez o golo do SC Braga no dérbi com o V. Guimarães. (FOTO: IMAGO)

Os destaques do SC Braga: Vítor Carvalho assumiu o trono em dia de Reis

NACIONAL06.01.202423:04

Médio fez uma bela exibição e apontou o golo que colocou o SC Braga em vantagem no dérbi com o V. Guimarães; Ricardo Horta fez mais um jogo bem conseguido; Zalazar deu andamento ao meio-campo bracarense

Matheus mostrou seriedade e competência em tudo o que fez, especialmente, nas saídas às bolas pelo ar, em que apanhou todas. Serdar fez o chamado jogo certinho, combativo como é seu estilo, mas eficaz perante os avançados oponentes. João Moutinho a saída para o ataque organizado teve sempre a sua intervenção, comandando a equipa com a habitual qualidade. Rodrigo Zalazar até marcou, ao acompanhar muito bem o ataque, mas acabou por ser invalidado por fora de jogo de Ricardo Horta. Muito importante na condução de bola em ataques rápidos. Ricardo Horta sempre disponível para receber a bola, como é seu apanágio, mais um jogo bem conseguido por parte do capitão dos arsenalistas. Rony Lopes fez alguns passes errados e sem rasgo pelo flanco ou nas entradas da direita para o meio para fazer uso do seu pé esquerdo. Mas, foi protagonista de uma boa jogada de envolvimento com Ricardo Horta, no lance do 1-0. Abel Ruiz esteve pouco em jogo durante o primeiro tempo. Na 2.ª parte, tal como toda a equipa, foi aparecendo mais e com remates à baliza. Um falhanço incrível aos 90’, completamente isolado perante Varela.

A figura: Vítor Carvalho (nota 7)

Vítor Carvalho esteve sempre muito atento ao seu posicionamento defensivo e quando acompanhou o ataque, acabou por fazer o golo. Com calma e compostura colocou a bola no fundo das redes do Vitória com o pé esquerdo. Uma peça preponderante na estratégia delineada por Artur Jorge para esta partida, mantendo a equipa sempre equilibrada, sendo o pivot mais defensivo do meio-campo a três.

As notas aos jogadores do SC Braga: Matheus (6), Víctor Gómez (5), José Fonte (5), Serdar (5) e Cristian Borja (5); Vítor Carvalho (7), João Moutinho (6) e Rodrigo Zalazar (6); Rony Lopes (5), Ricardo Horta (6) e Abel Ruiz (4). Suplentes: Pizzi (4), André Horta (4), Roger Fernandes (-), Paulo Oliveira (-) e André Castro (-).