Os destaques do SC Braga: Todos no carrossel de Zalazar
Zalazar. IMAGO

Os destaques do SC Braga: Todos no carrossel de Zalazar

NACIONAL05.02.202400:00

Uruguaio foi mais uma vez o motor da equipa bracarense: ofereceu o golo a Abel Ruiz e saíram dos seus pés dois disparos que Kewin deteve

A figura do jogo: Rodrigo Zalazar (8)

Um jogador de alta definição. Convidou a equipa a entrar no seu carrossel privado, impondo um ritmo de jogo avassalador na primeira parte. Logo a abrir, entregou o golo a Abel Ruiz, num cruzamento bem desenhado, com o espanhol a desviar a bola fora do alcance de Kewin. O guarda-redes do Moreirense foi determinante para evitar o golo de Zalazar, num disparo potentíssimo aos 18 minutos. Mais tarde, na segunda parte, novo duelo entre os dois, com Kewin uma vez mais a fazer uma grande defesa, após pontapé violento do criativo.

O uruguaio Rodrigo Zalazar continua a movimentar a equipa do SC Braga, com o médio ofensivo a estabelecer a ligação perfeita entre o meio-campo e o ataque arsenalista. Aos 75 minutos, contou com uma excelente oportunidade para aumentar a vantagem da sua equipa. Foi substituído aos 80 minutos por Rony Lopes.

Apesar de uma segunda parte menos conseguida, o ataque arsenalista conseguiu bons rasgos de criatividade e ligação, com Álvaro Djaló e Abel Ruiz a demonstrar que conseguem desestabilizar os adversários.

No meio-campo, João Moutinho cumpriu o que lhe é pedido ao tentar encontrar os melhores momentos para lançar a equipa. Já na defesa, a dupla de centrais Paulo Oliveira e José Fonte tiveram uma tarefa fácil nesta partida, ao contrário dos laterais Victor Gomez e Cristian Borja, uma vez que era pelos corredores que o Moreirense tentava chegar ao golo.

Tal como Rony Lopes, Pizzi esteve apenas 10 minutos em campo e ambas entradas acabaram por não ter grande influência no desenrolar da partida. Al Musrati esteve mais tempo em campo, mas o médio líbio esteve um pouco perdido e não conseguia acompanhar o ritmo dos restantes colegas.

Na baliza, Matheus foi chamado a intervir um par de vezes, mas sem grandes artifícios. No lance mais decisivo da partida para o Moreirense, quem salvou a baliza dos minhotos foi mesmo a barra, aos 86 minutos, com finalização de Madson.

Notas dos jogadores: Matheus (6), Victor Gomez (7), José Fonte (6), Paulo Oliveira (5), Cristian Borja (6), Zalazar (8), Vítor Carvalho (6), João Moutinho (7), Ricardo Horta (6) Álvaro Djaló (7), Abel Ruiz (7), Al Musrati (5), Pizzi (5), Rony Lopes (5)