Os destaques do Nápoles: Casa de craques e um tal de Natan
Natan escapa de José Fonte para mais um ataque

Os destaques do Nápoles: Casa de craques e um tal de Natan

INTERNACIONAL12.12.202323:28

Nápoles contou com as suas individualidades sintonizadas com desejo de vitória; no lado esquerdo sobressaiu um brasileiro.

A figura do jogo: Natan (7)

Que pulmão! E não só, alia a isso uma capacidade de manter intactos os equilíbrios defensivos da equipa. Aforma como combinou com Kvaratskhelia, no lance que originou o 2-0 do Nápoles, e escapou como uma flecha para a área, levando pela frente José Fonte e depois Serdar, é de craque, e de jogador que sabe muito bem os terrenos que pisa. Ah, e tem sido adaptado ao lugar (é central) por força das lesões no plantel.

Foi Politano quem, bem cedo, iniciou a derrocada da estratégia do SC Braga. Di Lorenzo fez rapidamente o lançamento de linha lateral para o internacional italiano, que correu mais do que Borja e ao cruzar teve a felicidade de ver Serdar, na passada, a introduzir a bola na própria baliza. Um lance esquisito que deu algum conforto aos azzurri, apesar da boa réplica dos arsenalistas. Numa dessas iniciativas dos minhotos, Ricardo Horta disparou forte em zona central, com Meret, muito bem, a evitar o golo do empate ao defender com estilo e segurança, cedendo canto. Para não sair da matriz, outro lateral, desta vez o esquerdo, tabelou bem com Kvaratskhelia e surpreendido com a velocidade de Natan José Fonte viu-se ultrapassado, com a bola a acabar nos dois pés (primeiro o esquerdo e depois do direito) do melhor jogador africano do ano, Osimhen – sétimo golo da temporada, o primeiro nesta edição da Champions. Motor da equipa, Zielinski deu cabo dos nervos a João Moutinho e, quando fugia para a ala, a Victor Gomez, que teve dificuldades em travá-lo.

As notas dos jogadores do Nápoles: Meret (7), Di Lorenzo (7), Juan Jesus (6), Rrahmani (6), Natan (8), Anguissa (7), Lobotka (7), Zielinski (7), Politano (7), Osimhen (7), Kvaratskhelia (7), Cajuste (5), Elmas (5), Raspadori (5), Gaetano (5) e Ostgard (5).