Kevin De Bruyne: «Neste momento só consigo jogar 30 minutos»
Kevin De Bruyne na vitória frente ao Newcastle. Foto: IMAGO/PA Images

Kevin De Bruyne: «Neste momento só consigo jogar 30 minutos»

INTERNACIONAL13.01.202421:49

Médio belga voltou de lesão em grande, com um golo e uma assistência frente ao Newcastle

Kevin De Bruyne voltou a jogar pelo Manchester City na Premier League — já tinha disputado a FA Cup no fim de semana passado — após uma paragem prolongada por lesão, e o seu regresso não passou despercebido: com um golo e uma assistência para o tento que deu a vitória já para lá dos 90 minutos, o médio belga esteve diretamente ligado à vitória dos citizens por 3-2, frente ao Newcastle. Após o apito final, De Bruyne confessou que «sentiu falta disto».

«É o que é. Tive uma lesão grave e precisava de tempo. Diverti-me. Acho que foi mais força de vontade do que qualquer outra coisa. Foi uma loucura. Sei que neste momento não sou capaz de o fazer durante 90 minutos. Neste momento, consigo jogar uns 30 minutos. Sinto-o nos meus pulmões, especialmente com o frio», disse, em declarações à TNT Sports.

O médio creditou o jovem Oscar Bobb pelo terceiro golo da equipa: «A bola é boa, mas a corrida do Oscar é fantástica. Foi de topo da parte dele. Olhei para a corrida dele. Se ele não correr, não posso passar a bola.»

Sobre ter impacto a sair do banco, De Bruyne confessou que «não sabe o que esperar» a partir de agora, acrescentando: «Nunca passei por isto. Trabalhei muito e tive de mudar algumas coisas. Quando se joga a toda a hora, é muito difícil mudar as coisas.»

O capitão do Manchester City exaltou a reação da equipa: «Acho que vir aqui é sempre difícil. Toda a gente ficou muito feliz por mim. Queremos tentar disputar novamente o campeonato. Estamos lá em cima. Foi um jogo difícil.»

Por fim, o jogador confessou que não é fácil voltar de lesão, e que «o início é muito difícil», mas que não é «uma pessoa que fica parada», reiterando que trabalhou «muito para regressar». O médio espera agora poder voltar a encontrar a boa forma, sabendo que precisa de «continuar a trabalhar arduamente e de ficar mais apurado».