Duarte Gomes analisa arbitragem do Benfica-Rio Ave
Iancu Vasilica expulsa Aderllan (Foto: Miguel Nunes/ASF)

Benfica-Rio Ave, 4-1 Duarte Gomes analisa arbitragem do Benfica-Rio Ave

NACIONAL14.01.202421:32

Especialista A BOLA fala de «um erro de análise»

Iancu Vasilica, árbitro da AF Vila Real, viajou até Lisboa para dirigir o Benfica-Rio Ave no Estádio da Luz. 

António Nobre foi o VAR. 

Segue análise técnica aos lances mais relevantes do encontro: 

7' Josué, fora da sua área, levantou o pé direito (de baixo para cima), tocando na bola e impedindo-a de chegar a Arthur Cabral. O brasileiro caiu, mas sem infração. 

9' Golo de Guga: no início da jogada, Costinha (que cruzou da direita) estava em posição legal. Aquando da finalização, Boateng e Fábio Ronaldo estavam em fora de jogo posicional, mas não tocaram na bola nem interferiram na ação defensiva dos adversários. Lance bem analisado.

15' Di María caiu na area adversário sem ter sofrido infração de Miguel Nóbrega, que estava na marcação. O erro aconteceu no recomeço: o último a tocar na bola foi o central, não o avançado argentino. 

19' Bola ao solo efetuada corretamente para o Rio Ave: após jogada por um jogador forasteiro, a bola tocou acidentalmente no árbitro e passou de imediato para a posse da defesa encarnada. Os adeptos não gostaram, mas o árbitro esteve bem. 

25' Boateng foi assistido dentro do terreno, a poucos centímetros da linha de baliza, por onde devia ter saída para receber assistência médica (a lesão não pareceu impeditiva de se mover). O árbitro devia ter sido mais assertivo. 

28' Golo de Di María após assistência de Rafa. O lance finalizou jogada legal do ataque encarnado. 

40' Neves tentou corrigir, de cabeça, remate de João Mário defendido por Jhonatan. O médio estava em posição legal. Esteve bem o árbitro assistente. 

42' Jhonatan defendeu para a frente bola que tocou na mão direita de Aderllan. O central brasileiro tinha o braço em posição natural e não fez gesto irregular. Na sequência, Di María voltou a cair na área do Rio Ave, mais uma vez sem sofrer infração (no caso, de Josué). 

45+2' Di María caiu perto da área adversária e esboçou pedido de falta sem razão. A intervenção de Fábio Ronaldo foi legal. 

45+2' Rafa foi tocado no rosto pela mão de Amine, de forma que pareceu acidental/fortuita. 

49' Iancu Vasilica foi iludido pela forma como Rafa caiu: tal como o avançado encarnado, também Aderllan tocou na bola, havendo contacto posterior decorrente de abordagem legal. O árbitro entendeu que houve infração e que essa justificava advertência. Não concordamos. 

57' Amarelo bem mostrado a Kokçu, após entrada negligente sobre Miguel Nogueira: o médio não tocou na bola, apenas no pé direito do adversário, após entrada intempestiva. 

58' Aderllan cortou, com o braço direito, um ataque prometedor do Benfica. Foi bem advertido pelo árbitro da partida. A expulsão deveu-se à acumulação de amarelos, baseada num erro de avaliação no lance inicial. 

61' Golo do Benfica: no início da jogada, João Neves terá ganhando a bola a Costinha sem cometer falta (a imagem não o esclareceu). António Silva, que finalizou, partiu de posição legal. 

68' Florentino sofreu entrada negligente de Amine, que justificava advertência (sola da bota no tornozelo). Foi assinalada erradamente infração para o Rio Ave

80' Golo de Marcos Leonardo. O cabeceamento surgiu na sequência de cruzamento de Aursnes efetuado antes de a bola ultrapassar totalmente a linha de baliza adversária. Lance bem analisado. 

90+1' João Mário estava em jogo quando Rafa fez a assistência da esquerda. Golo legal. 

90+3' Patrick William viu bem o cartão amarelo por entrada negligente sobre Marcos Leonardo

Nota 5: um erro de análise.