Decisão sobre Superliga «é um soco no estômago do futebol europeu e mundial»
Emanuel Macedo de Medeiros é o CEO da Sport Integrity Global Alliance (SIGA) (IMAGO)

Decisão sobre Superliga «é um soco no estômago do futebol europeu e mundial»

INTERNACIONAL21.12.202311:10

Emanuel Medeiros, CEO da SIGA pronunciou-se sobre a sentença do Tribunal de Justiça da União Europeia a respeito da Superliga Europeia

Emanuel Medeiros, CEO da Sport Integrity Global Alliance (SIGA), que foi CEO e fundador das Ligas Europeias e Mundiais, considera que a decisão, dada a conhecer esta quinta-feira, do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) em relação ao diferendo entre a Superliga Europeia e UEFA e FIFA, é «um murro no estômago do futebol europeu e mundial». 

«Só o acesso ao acórdão completo e à sua fundamentação permitirá uma análise serena, profunda e objetiva dos méritos desta decisão sem precedentes e das suas potenciais consequências (letais) para o #EuropeanSportModel e para a organização do futebol e do desporto em geral, tal como os conhecemos. No entanto, a título pessoal, não tenho dúvidas: esta decisão do TJCE sobre a #EuropeanSuperLeague vs UEFA & FIFA é um murro no estômago do futebol europeu e mundial, e contrasta com a doutrina europeia e mesmo com a jurisprudência anterior do tribunal com sede no Luxemburgo em relação às competições europeias interclubes, à venda centralizada de direitos e à autonomia do desporto. Definitivamente, nem o Direito é uma ciência exata nem os acórdãos do TJCE estão isentos de escrutínio. O fim da questão está, portanto, longe de ter terminado. Preparem-se para a ronda 2», escreveu Emanuel Medeiros, numa nota publicada nas redes sociais.