As frases de Abel que conduziram o Palmeiras ao sucesso
Abel Ferreira (Foto: Fotoarena/IMAGO)

As frases de Abel que conduziram o Palmeiras ao sucesso

«Cabeça fria e coração quente» foi um dos pilares do discurso do treinador que inspirou o clube de São Paulo, que na última madrugada conquistou o nono título sob o comando do português, mas muitas outras houve a arrancarem sorrisos

Abel Ferreira chegou, viu, venceu... e convenceu. A palavra do treinador assumiu peso determinante no balneário do Palmeiras e os resultados estão à vista: nove títulos com cunho do treinador português, o último conquistado na madrugada desta quinta-feira.

Depois de tornar-se bicampeão do Brasil, Abel Ferreira citou nas redes sociais «O Grande Panda e o Pequeno Dragão», de James Norbury – «O que é mais importante?», perguntou o Grande Panda, «a jornada ou o destino?». «A companhia», disse o Pequeno Dragão –, mas ao longo dos últimos anos foi outro tipo de frases que se destacou. 

Se nem Guardiola nem Klopp prometem títulos, também não o posso fazer

A comparação com os «melhores treinadores do mundo» surgiu num momento em que o Palmeiras era alvo de críticas, no primeiro ano do técnico, e a única promessa foi de entrega máxima.

Sou religioso, sempre que estou na igreja tenho de estar calado, mas não estou na igreja, estou no futebol e é um jogo de emoções

Esta foi a reação do técnico português à expulsão frente ao Ceará, apesar da vitória por 3-0 que qualificou o Palmeiras para as meias-finais da Taça do Brasil, no primeiro ano ao leme da equipa.

O nosso maior adversário está dentro de cada um de nós

A declaração de Abel Ferreira sobre as principais dificuldades da equipa serviu de grito de guerra para a final da Libertadores de 2021, contra o Flamengo, título que acabaria conquistado pelo verdão (vitória por 2-1).

Tenho no meu prédio um vizinho que é um chato, foi diretamente para ele, para ele estar calado. Porque o que se passa na minha casa sou eu que sei. Quem trabalha dentro do CT sou eu e os meus jogadores

Numa altura em que se encontrava sob pressão da Imprensa e dos adeptos, Abel falou de gesto protagonizado para a câmara e esclareceu quem lidera o balneário.

Vamos jogar de cabeça fria e coração quente

A expressão, que serve de título a um livro do treinador, é a que mais se destaca no universo de linguagem do ex-jogador. Tornou-se uma espécie de lema no Palmeiras e até inspirou outros treinadores, como Xavi, que em outubro de 2022 a utilizou para descrever uma fase do Barcelona.

Quanto mais nos xingam, quanto mais nos insultam, mais vamos jogar

A pressão de jogar num estádio cheio também serviu de base para Abel Ferreira puxar pelos seus jogadores, incitando-os a aproveitar um momento negativo para triunfar.

Eu não vivo com se, se, se. Se a minha avó tivesse rodas, seria um camião

Em outubro deste ano, após uma derrota no campeonato que impediu a aproximação ao líder Botafogo, o treinador português não se alongou em cenários, mantendo o foco na partida seguinte, com o Boca Juniors, para a Libertadores. E usou expressão conhecida para encerrar o assunto.

É o homem que se é que triunfa no profissional que se quer ser

Técnico também deixou claro, durante estes três anos no Palmeiras, que ser um bom homem é prioridade, prevalecendo sobre as vitórias no clube.

Não podemos ter um relvado cheio de coisinhas do concerto da Taylor Swift

Uma das mais recentes exigências de Abel foi em relação ao palco dos jogos da equipa, o Allianz Parque, na ressaca de um espetáculo de música.

Abel Ferreira sagrou-se bicampeão brasileiro (2022 e 2023), títulos que juntou à Libertadores (2020 e 2021), Taça do Brasil (2020), Recopa sul-americana (2022), Campeonato Paulista (2022 e 2023) e Supertaça do Brasil (2023).