André Gomes marca mas o Everton perde com o Tottenham
O Tottenham recebeu e venceu o Everton, apesar do golo de André Gomes. Foto IMAGO/PA Images

André Gomes marca mas o Everton perde com o Tottenham

INTERNACIONAL23.12.202317:39

Após quatro vitórias consecutivas, a equipa do médio português volta a perder

O Tottenham somou a sua terceira vitória consecutiva na Premier League, após vencer na receção ao Everton por 2-1.

A primeira meia hora de jogo revelou-se um pesadelo para os toffees e para o técnico Sean Dyche. Ao nono minuto de jogo, Richarlison abriu o marcador, fazendo o seu quarto golo nas últimas três partidas. Nove minutos depois, foi Heung-min Son que voltou aos golos e, aos 24', Idrissa Gueye lesionou-se e teve que ser substituído. André Gomes entrou para o seu lugar e foi um dos principais elementos da equipa, sobretudo na segunda parte.

Após o intervalo, o Everton reagiu. Calvert-Lewin marcou aos 52', mas uma análise posterior do VAR levou a que o golo fosse anulado, por falta sobre Emerson Royal. Mantinha-se o perigo do Everton e de André Gomes. Para além de ser o principal construtor do seu meio-campo, ameaçou com um remate à malha lateral e, aos 82', marcou mesmo. Com um grande remate cruzado, o internacional português fez o seu primeiro golo na competição em quase cinco anos - o último havia sido em fevereiro de 2019, na derrota dos toffees frente ao Wolverhampton

O golo deu mais esperança a um Everton dominante e, já no último minuto da compensação, Danjuma apareceu ao segundo poste para acertar com estrondo na barra. Fica a ideia que o posicionamento de Vicario foi essencial, uma vez que, se a bola não tem ressaltado na coxa do guarda-redes, acabava por passar a linha de baliza. O árbitro apitou para o fim e confirmou que os visitantes acordaram do pesadelo da meia hora inicial, mas já tarde demais.

Com este triunfo, o Tottenham soma já três vitórias consecutivas e está, à condição, no quarto lugar da classificação. O Everton, depois de ganhar quatro partidas seguidas, volta a perder, mas continua longe dos lugares de descida, algo espantoso tendo em conta os 10 pontos que foram deduzidos.