Advogados de Zaniolo: «Não há provas de que ele apostou no futebol»
Nicolò Zaniolo (IMAGO)

Advogados de Zaniolo: «Não há provas de que ele apostou no futebol»

INTERNACIONAL27.10.202320:26

Jogador italiano foi questionado esta sexta-feira pelo Ministério Público de Turim

Os advogados de Nicolò Zaniolo afirmaram a inocência do italiano no que toca às apostas em jogos de futebol. O jogador do Aston Villa foi interrogado esta sexta-feira na Procuradoria de Turim, perante a chefe da investigação sobre apostas ilegais no país, Manuela Pedretta. 

Zaniolo admitiu apostar em plataformas ilegais, mas apenas em poker e blackjack, ambos jogos de cartas. Após a audiência, que durou quase três horas, os advogados do jogador, Antonio Conte e Gianluca Tognozzi, citados pelo órgão italiano TMW, analisaram assim o interrogatório: «Nicolò Zaniolo respondeu a todas as perguntas, não fugiu a nenhuma das objeções formuladas pela procuradora e esclareceu definitivamente a sua posição. Não surgiu qualquer prova acerca da possibilidade de apostar em jogos de futebol.»

Os advogados também acreditam que este caso está perto do fim: «Ele admitiu apostar ocasionalmente em poker e em blackjack em plataformas ilegais e esclareceu que nunca foi alvo de ameaças ou de intimidações. Estamos confiantes de que o processo judicial do nosso cliente será encerrado em breve.»

Zaniolo é o terceiro jogador italiano a ser interrogado no seu país por causa de apostas ilegais, sendo que os outro dois, Nicolò Fagioli (Juventus) e Sandro Tonali (Newcastle), já sabem que vão ser suspensos do futebol por sete e por 10 meses respetivamente.