Serhou Guirassy: quem é o guineense que bateu o recorde de Lewandowski na Bundesliga
Guirassy continua a marcar muitos golos na Bundesliga (Foto: Sportfoto Rudel/IMAGO)

Serhou Guirassy: quem é o guineense que bateu o recorde de Lewandowski na Bundesliga

INTERNACIONAL09.10.202317:35

13 golos em sete encontros; nunca ninguém marcou tantos no mesmo número de partidas da liga alemã

A carreira até aqui não fazia prever tamanho sucesso no arranque desta temporada. Nascido e formado em França, o internacional guineense (Guiné Conakry, não confundir) Serhou Guirassy passou por clubes como Laval, Auxerre, Lille, Colónia, Amiens e Rennes antes de chegar ao Estugarda. Ao fim de sete jornadas, soma 13 golos. É obra. E, já agora, recorde também.

Nunca antes o ponta de lança de 27 anos tinha feito tantos remates certeiros num campeonato inteiro. E, com o registo atual, já conseguiu algo que nem os mais prolíferos da Bundesliga, incluindo Robert Lewandowski ou 'Der Bomber' Gerd Müller alcançaram. Se a isso juntarmos a assistência que já assinou, temos duas ações decisivas por partida disputada.

Guirassy tem dois hat-tricks (Mainz, 4.ª jornada; e Wolfsburgo, 7.ª), três bis (Bochum, 1.ª; Friburgo, 3.ª e Darmstadt, 5.ª) e mais um golo na goleada de 5-1 sofrida diante do Leipzig (2.ª). A assistência conseguiu-a frente ao Darmstadt. Ficou em branco apenas uma vez, na 8.ª ronda, na visita a Colónia.  

Nascido em Arles, no sul de França, mostrou rapidamente dotes de goleador ao serviço das escolinhas do USM Montargis e do J3 Amilly. Não conseguiu ser aprovado nas captações do Auxerre, mas o Laval colocou-o à sua guarda e tornou-se o mais jovem professional de sempre do clube, aos 17 anos. Foi chamado às seleções jovens gaulesas e o sucesso no clube, com sete golos em 38 partidas, levou-o à Ligue 1, ao ser contratado pelo Lille

Emprestado ao Auxerre, afirmou-se por fim na segunda metade da temporada de 2015-16, e o Lille transferiu-o para o Colónia da Bundesliga, a troco de 3,8 milhões de euros. Os primeiros tempos não foram fáceis, porém mesmo assim assinou um primeiro golo diante do Bayer Leverkusen em 2017 e liderou a tabela dos melhores marcadores dessa época, o que não evitou, no entanto, a despromoção. Voltou a França, para o Amiens e seguiu, mais tarde, para o Rennes, e aí tornou-se finalmente um jogador importante, garantindo o direito de marcar o primeiro golo de sempre da equipa na Liga dos Campeões. 

Em 2022-23, o Estugarda resgatou-o por empréstimo e voltou à Bundesliga. Marcou 11 golos na fase regular e mais um na 'liguilha' com o Hamburgo, o que segurou a equipa no primeiro escalão e a sua permanência em definitiva nos 'Die Schwaben'. Guirassy começou a presente temporada com oito golos com oito remates enquadrados, algo que ninguém tinha conseguido antes e agora bateu Robert Lewandowski com 13 golos em sete jornadas. E promete não ficar por aqui.

Os seus níveis de confiança estão já a níveis impressionante e o modelo de jogo vertical de Sebastian Hoeness, que favorece a sua capacidade de apoiar em ligação com os médios e os outros avançados antes de partir também ele rápido para a baliza, tornam-no um avançado letal. Preparado para continuar a bater recordes.