Reações à vitória do Real Madrid: «Roubo, escândalo, vergonha»
Jude Bellingham na reviravolta contra o Almería. Foto: IMAGO/IPA Sport

Reações à vitória do Real Madrid: «Roubo, escândalo, vergonha»

Imprensa espanhola muito crítica face à arbitragem no jogo entre 'merengues' e o Almería

O Real Madrid bateu o Almería por 3-2, na 21.ª jornada da La Liga, com muita polémica à mistura. Os merengues entraram na segunda parte a perder por 0-2 e culminaram a reviravolta aos 90+9. Pelo meio, houve várias decisões da equipa de arbitragem que inverteram o rumo do jogo, e estão agora a ser postas em causas. 

«Escândalo maiúsculo no Bernabéu! A VARgonha de sempre»

O jornal Sport fala em escândalo no estádio do Real Madrid: «As decisões duvidosas nos jogos disputados no Santiago Bernabéu acabam sempre por cair no mesmo lado: a favor do Real Madrid. O jogo de hoje contra o Almería não foi exceção.»

«Escândalo no Bernabéu com o VAR!»

Também o Mundo Deportivo usa a palavra escândalo para definir o que aconteceu no jogo entre Real Madrid e Almería: «Hernández Maeso penalizou o Almería depois de consultar o VAR por um toque de mão de Kaiky, embora o clube andaluz tenha protestado faltas anteriores de Rüdiger e Joselu. Minutos depois, o árbitro anulou um golo de Arribas devido a uma falta de Lopy sobre Bellingham. Além disso, Hernández Maeso validou um golo de Vinicius depois de o rever no ecrã.»

«Uma remontada para a história negra do VAR... e do Madrid.»

«3-2: Roubo ao Almería no Bernabéu.»

«Carvajal e o VAR asseguram a reviravolta»

O jornal Marca opta por outro ângulo: «Um golo do extremo, a alma do Real Madrid aos 99 minutos, e três decisões importantes na segunda parte deram ao Real Madrid uma vitória agonizante, à mercê de uma grande equipa do Almería numa primeira parte terrível.»

«Remontada do VAR»

Também o As menciona o VAR como o possível responsável da reviravolta dos madrilenos: «Quem sabe se foi o cansaço, a arrogância ou a inclinação de janeiro. O que é certo é que o Madrid desapareceu durante algum tempo e regressou depois de uma tarde de programação completa do VAR. Três lances cinzentos, tingidos de branco e que darão origem a semanas de debate. Na cabina estava Hernández Hernández, um dos malditos do clube. Vai demorar algum tempo até que ele volte aos vídeos de resumo na televisão branca. O Almería não se comportou como uma equipa do fundo do poço, apesar de ter sofrido um daqueles golos que o Madrid tanto procura.»

Veja o resumo do jogo: