Portimonense: SAD rejeita saída de jogadores nucleares alvo de assédio
Rodiney Sampaio, presidente da SAD do Portimonense Foto: Portimonense SAD

Portimonense: SAD rejeita saída de jogadores nucleares alvo de assédio

NACIONAL30.01.202420:41

Dener, Hélio Varela, Pedrão, Relvas, Nakamura, Jasper e Carlinhos com propostas de transferências.

A administração da SAD do Portimonense, liderada por Rodiney Sampaio, recusou nesta janela de mercado propostas para a transferência de jogadores tidos como importantes e necessários nesta fase em que a equipa atravessa na classificação. Sabe A BOLA, que os responsáveis do Portimonense tiveram nos últimos dias em mãos propostas por Hélio Varela, Pedrão, Relvas, Jasper e Carlinhos, e a todas elas responderam negativamente. Logo na reabertura da janela de transferências, também foi recusado o empréstimo de Dener, para o clube do Koweit.

Por Hélio Varela, o Zenit (Rússia) acenou com 7 milhões de euros e o Al Fateh (Arábia Saudita) com 4 milhões. Pedrão foi alvo do interesse de dois emblemas russos: Krasnodar, que ofereceu 2,5 milhões de euros e o CSKA, que colocou em cima da mesa 3 milhões. O guarda-redes Nakamura foi assediado pelo Kawasaki Frontale (Japão), com uma oferta de 2 milhões de euros e Jasper pelo FC Dallas, que estava disposto a pagar 1,5 milhões. O Al Taawon (Arábia Saudita) pretendia o empréstimo de Carlinhos por seis meses, estando disposto a desembolsar 500 mil euros. 

Mas foi por Filipe Relvas, que a SAD do Portimonense recebeu mais ofertas. Pelo central, o Besiktas (Turquia), de Fernando Santos, voltou à carga depois de ter tentado a contratação no ano passado e apresentou 5 milhões de euros, o mesmo valor proposto pelo Al-Duhail (Quatar), com o CSKA (Rússia) a oferecer 4 milhões, assim como a Udinese (Itália). A proposta mais elevada foi apresentada pelo Anderlecht (Bélgica): 1 milhão pelo empréstimo até final da época, com opção obrigatória de compra do passe, no valor de 5 milhões de euros.