Pedro Moreira negoceia acordo e deixa Casa Pia esta segunda-feira
O treinador Pedro Moreira, concentrado em jogo do Casa Pia pela Liga de futebol. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Pedro Moreira negoceia acordo e deixa Casa Pia esta segunda-feira

NACIONAL12.02.202416:37

Técnico não resistiu à série de maus resultados e negoceia saída por mútuo acordo; gansos em contrarrelógio na busca de novo treinador, com receção ao Arouca agendada para este domingo

A derrota em Vila do Conde, frente ao Rio Ave, acabou por ter consequências ainda mais severas para o Casa Pia que a queda para o antepenúltimo lugar, que obriga à disputa de um play-off de manutenção na Liga: os gansos ficarão sem treinador nas próximas horas, nas quais se confirmará a segunda chicotada psicológica da temporada.

Pedro Moreira não resistiu à sequência de maus resultados e, em concordância com a administração do Casa Pia, irá deixar o clube com efeitos imediatos: A BOLA sabe que ainda decorrem, neste momento, as últimas conversações para que seja selada uma rescisão por mútuo acordo depois de as duas partes terem chegado à conclusão de que não existem condições para que o treinador de 48 anos se mantenha em funções.

Este desfecho, apurou A BOLA, ficou traçado ainda em Vila do Conde, onde o ambiente de desapontamento com o desaire confirmado já nos minutos finais – Yakubu Aziz marcou o único golo do encontro aos 88 minutos – foi visível, não tendo, apurou o nosso jornal, existido qualquer palestra por parte do treinador ao plantel após a partida, indiciador de que algo poderia estar prestes a mudar.

De resto, como sucede em todos os encontros disputados pelo Casa Pia, o CEO da administração do emblema lisboeta, Tiago Lopes, acompanhou a equipa nesta deslocação e ainda este domingo terá iniciado o diálogo com Pedro Moreira sobre a atual situação desportiva da equipa, que ante o Rio Ave cumpriu o quinto encontro consecutivo sem vencer e não obtém triunfos há mais de um mês, desde que derrotou – e com estrondo – o Moreirense por 4-1 no início do presente ano civil.

O nosso jornal apurou ainda que o cenário de mudança técnica no Casa Pia caso a equipa não pontuasse na jornada deste fim de semana já pairava nos corredores de Pina Manique e esta segunda-feira revelou-se decisiva para a mudança técnica, com as duas partes a considerarem que este será o momento certo para o divórcio. O Casa Pia será, assim, comandado por (pelo menos) três treinadores na presente temporada, depois de Filipe Martins ter iniciado a mesma e acordado a sua saída em meados de novembro.

O clube da capital anunciará, muito provavelmente ainda esta segunda-feira, a saída de Pedro Moreira, e inicia a busca por um novo treinador, com uma pressão acrescida: ao contrário do que sucedeu na saída de Filipe Martins, a equipa não enfrentará qualquer pausa competitiva e a equipa volta a competir já no próximo domingo, recebendo o Arouca. Assim, a contratação do sucessor de Pedro Moreira será feita em contrarrelógio, a não ser que seja equacionado que a próxima partida seja realizada com uma solução interina no banco de suplentes.

De resto, a preparação do plantel casapiano não poderá ser suspensa, pelo que os treinos dos próximos dias irão realizar-se como inicialmente planeado e devendo, tal como em novembro, o plantel ser liderado temporariamente por Gonçalo Santos, adjunto que ministrou algumas sessões de treino nos dias que separaram a saída de Filipe Martins e a oficialização de Pedro Moreira no comando técnico dos gansos.