Mourinho: «Controlámos uma equipa com muito mais qualidade que nós»
José Mourinho, durante a vitória da Roma por 2-0 frente ao Nápoles. Foto IMAGO/ABACAPRESS

Mourinho: «Controlámos uma equipa com muito mais qualidade que nós»

INTERNACIONAL23.12.202323:45

Treinador falou da vitória da Roma frente ao Nápoles, por 2-0

Após o triunfo frente ao Nápoles, José Mourinho mostrou-se satisfeito com os seus jogadores. «Conseguimos ficar perto do que queríamos, foi muito difícil, vocês podem não concordar, mas a minha sensação depois de cinco minutos foi que iríamos vencer. A Roma jogou muito bem de 11 para 11, teve duas oportunidades incríveis logo no início e esteve sempre no controlo perante uma equipa que tem muito mais qualidade do que nós.» 

Os golos surgiram com a Roma já em superioridade numérica, após a expulsão de Politano, mas para o special one, isso não retira mérito à sua equipa. «É claro que contra 10 homens marcámos o golo e aproveitámos a situação, também com as nossas alterações e a forma como os nossos jogadores interpretaram o jogo. Acho que merecemos totalmente.»

As duas oportunidades referidas por José Mourinho vieram dos pés de Bove, um dos elementos em destaque na partida. A entrada do médio de 21 anos foi premeditada, sobretudo pela pressão, diz o técnico. «Tentámos manter a pressão alta e para isso precisamos desses dois (Lukaku e Bove) com o Bove. Ele morde os tornozelos aos adversários, avança e obrigou o Lobotka a jogar mais recuado. Ele não é o mais rápido, mas tem uma resistência notável», elogiou Mourinho.

Também a defesa foi lisonjeada pelo treinador da Roma que, após a derrota por 2-0 com o Bolonha, assumiu que se poderá ter excedido nas sessões de treino seguintes. «Depois de uma semana difícil de treino e de um treinador que foi, talvez, demasiado duro, encontrei jogadores mais preparados para a batalha. Ndicka venceu mais duelos, Llorente teve muitos problemas contra o Zirkzee e hoje com venceu muitas vezes no um para um com Osimhen. Gianluca Mancini não treinou a semana toda, está com dores, mas fez isso pela equipa. Ele é um campeão.»

Quantos aos objetivos da equipa, José Mourinho afirma que será «jogo a jogo», mas pelo apuramento para a Liga dos Campeões. «Não é uma crítica, não é culpa de ninguém, mas temos um grupo de jogadores com um historial médico complicado. Se estivermos todos disponíveis, não tenho problema em dizer que podemos lutar com todos. Não pelo scudetto, obviamente, mas pelo quarto lugar.»

A luta pelo título está reservada para Inter e Juventus, diz, porque «têm excelentes treinadores e dois jogadores para cada posição.» «Se tivéssemos toda a gente disponível, tínhamos um plantel forte. E um treinador decente também...», concluiu, ironicamente, a sua conferência de imprensa.