Leverkusen-Bayern: a luta pelo primeiro lugar da Bundesliga
Grimaldo marcou ao Bayern no empate a dois golos da primeira volta (Foto: Imago)

Antevisão Leverkusen-Bayern: a luta pelo primeiro lugar da Bundesliga

INTERNACIONAL10.02.202408:15

Farmacêuticos e bávaros disputam um dos jogos mais importantes da temporada, com a certeza de que os três pontos valem a liderança

Joga-se o provável jogo do título nesta ronda da Bundesliga: o Leverkusen, com 52 pontos, recebe o Bayern Munique, que tem menos dois.

Antes do encontro, vale a pena mencionar que, apesar da proximidade da tabela, falamos de duas equipas que, dadas as expectativas, se encontram em momentos muito distintos.

O Leverkusen já jogou 30 vezes esta temporada. Venceu 26, empatou quatro, perdeu... zero. São números impressionantes para a equipa de Xabi Alonso, que tem praticado futebol extremamente atrativo: vertiginoso, rápido, utilizando toda a largura do campo e toda a profundidade. É uma equipa bem oleada, que tem figuras como Álex Grimaldo, Frimpong e, sobretudo, Florian Wirtz, a fazerem rodar a máquina de contínuo ataque, que muito tem surpreendido tudo e todos.

Do outro lado da contenda, está o hendecacampeão alemão, o Bayern, que tem mostrado algumas debilidadades ao longo da temporada. Descontentamento de jogadores, decisões questionáveis de Thomas Tuchel e uma humilhante derrota na Taça da Alemanha com o Saarbrucken, da terceira divisão, fazem com que os tempos na Baviera não sejam os mais felizes dos últimos tempos.

Ainda assim, há que relembrar que o Bayern venceu o seu grupo da Liga dos Campeões e está a apenas dois pontos do primeiro lugar. É uma equipa que, mesmo que a meio gás, tem muita capacidade atacante, sobretudo com Harry Kane na frente. Muitos dos jogadores jogam «de olhos fechados» e a profundidade do plantel mantém-se uma das maiores mais valias da equipa, que é sempre perigosa. 

Bayer Leverkusen

Sistema provável: 3x4x2x1

Onze provável: Hradecky; Tah, Tapsoba, Hincapié; Frimpong, Andrich, Xhaka, Grimaldo; Wirtz, Hoffman; Iglesias.

Ausências: Victor Boniface, Exequiel Palacios, Arthur (lesionados); Kossounou (ao serviço da Costa do Marfim).

Em risco de suspensão: Granit Xhaka.

As palavras de Xabi Alonso: «Temos de fazer um jogo quase perfeito»

Xabi Alonso (IMAGO)

«Para vencer o Bayern, temos de fazer um jogo de alto nível, quase perfeito. Seria excelente comemorar depois do jogo, mas ainda não chegamos a essa parte. Um grande jogo é sempre especial e esse sentimento está presente. É bom termos a oportunidade de sentirmos essa atmosfera.» «No caso de Harry Kane, podemos ver os seus números, ele é um atacante de topo... mas defensivamente temos de pensar coletivamente, não em individualidades. É essa a nossa ideia.»

A figura: 

20 anos, 28 jogos, 8 golos, 15 assistências. São estes os números astronómicos de Florian Wirtz esta época. Podíamos falar de Grimaldo ou Frimpong, que têm estado num nível extraordinário, mas a verdade é que está no criativo a grande figura do Leverkusen nesta campanha sensacional. Liberta perfume com a bola nos pés, raramente pisa mal o terreno e ainda mais raro é decidir o que fazer com a bola. A escola dos farmacêuticos no que toca a médios ofensivos de topo é conhecida (veja-se os casos de Havertz ou Julian Brandt) e Wirtz é o mais recente - e, quiçá, mais prendado - jogador dessa formação.

Florian Wirtz (IMAGO)

Bayern Munique 

Sistema provável: 4x2x3x1

Onze provável: Neuer; Mazraoui, Upamecano, De Ligt, Raphael Guerreiro; Kimmich, Goretzka; Muller, Musiala, Sané; Kane. 

Ausências: Coman, Gnabry, Laimer, Davies (lesionados).

Em risco de suspensão: De Ligt, Sané.

As palavras de Thomas Tuchel: «30 equipas tentaram vencê-los, nenhuma conseguiu»

Thomas Tuchel (IMAGO)

«Uma vitória do Leverkusen aumenta a distância. Trata-se de nos desafiar-nos e, portanto, ao adversário, do primeiro ao último segundo. Queremos dar o próximo passo. O Leverkusen está a fazer uma excelente temporada. Ainda temos espaço para melhorias.» «30 equipas tentaram vencê-los, nenhuma conseguiu. Esta sequência é obviamente impressionante, mas temos apenas dois pontos a menos. É por isso que não precisamos de nos esconder. É uma grande oportunidade para nós. Estaremos prontos e vamos lá para ganhar o jogo.»

A figura: 

Em 20 jogos na Bundesliga, Harry Kane leva 24 golos. É o que basta dizer sobre o astro inglês, o avançado mais em forma da atualidade, que é responsável por mais de 40% dos tentos dos bávaros no campeonato. Se estes números não explicam o impacto do Furacão, nada mais conseguirá fazê-lo.

Harry Kane (IMAGO/Kirchner-Media)

Neste dia de Bundesliga, disputam-se mais cinco encontros. O Union Berlim e o Wolfsburgo, separados por cinco pontos, enfrentam-se nesta luta por ganhar pontos a Werder Bremen e Heidenheim, que também se defrontam. O lanterna-vermelha Darmstadt desloca-se ao terreno do Monchengladbach que, com apenas 21 pontos, pretenderá também capitalizar os duelos dos seus adversários próximos. Na luta pela Europa, o Eintracht joga com o Bochum, que tem os mesmos pontos que o Borussia M'Gladbach. Por seu turno, o Leipzig, com mais cinco pontos que a equipa de Frankfurt, joga com o Augsburgo, 12.º classificado da liga alemã.