Estoril: Pina foi ausência surpresa e enfrenta três semanas de paragem
Wagner Pina movimenta-se em jogo do Estoril pela Liga de futebol. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Estoril: Pina foi ausência surpresa e enfrenta três semanas de paragem

NACIONAL26.02.202420:03

Ala direito era aguardado como substituto de Rodrigo Gomes em Vizela, mas acabou por falhar a convocatória; recupera de lesão muscular na coxa esquerda e falhará, em princípio, os próximos dois encontros

A importante deslocação do Estoril a Vizela foi realizada com dificuldades acrescidas para os canarinhos, que se viram privados de várias opções, grande parte habituais titulares, para formar o seu onze, visto que era sabido que Jordan Holsgrove, lesionado, e Bernardo Vital e Rodrigo Gomes, ambos castigados, constituíam ausências certas para a partida, e que Pedro Álvaro dificilmente recuperaria em tempo útil – como, de resto, se confirmou.

Para infelicidade de Vasco Seabra, não se resumiu a estes quatro nomes o rol de indisponíveis para os canarinhos, uma vez que também Wagner Pina acabou por ser o ausente surpresa da partida – tudo indicava que o jovem português, de ascendência cabo-verdiana, iria ser promovido ao onze em função da indisponibilidade de Rodrigo Gomes, que havia recebido ordem de expulsão na jornada anterior, a receção ao Gil Vicente, mas… também falhou a convocatória.

Pina não participou no embate ante os minhotos, por se encontrar lesionado. Poderá dizer-se que esta foi a ausência foi o segredo mais bem guardado da semana do Estoril, que se viu obrigado a improvisar na ala direita do seu habitual 3x4x3 – o extremo Heriberto Tavares foi o escolhido para o lugar – em função de Pina ter contraído uma lesão muscular na coxa esquerda há mais de uma semana, também na receção aos gilistas.

Assim, de uma assentada Vasco Seabra ficou sem as suas duas opções para o lado direito. Ao invés de ter acesso a uma oportunidade como titular, Wagner Pina ficou, a partir desse momento, entregue ao departamento médico, em recuperação, e estará afastado dos relvados por um período nunca inferior a três semanas. Desta forma, o lateral direito – igualmente capaz de alinhar no flanco contrário – falhará a receção ao Vitória de Guimarães, marcada para o próximo sábado.

Wagner Pina muito dificilmente estará apto para a deslocação ao Estádio da Luz, onde defrontará o Benfica em data ainda por definir e não poderá, por isso, representar alternativa a Rodrigo Gomes na direita – e até a Tiago Araújo na ala esquerda – no próximo encontro e, muito provavelmente, naquele que segue, colocando uma pausa, ainda que curta, numa temporada de revelação para o jogador de 21 anos, que cumpre a época de estreia na Amoreira, onde excedeu expectativas.

O lateral/ala ascendeu à equipa principal em menos de três meses, depois de ter sido contratado para reforçar os sub-23 num momento inicial, realizou sete encontros pela segunda equipa estorilista, foi promovido em definitivo à equipa principal em outubro e a sua resposta foi tão promissora que ganhou…uma renovação contratual, somando partidas de forma consecutiva. No momento atual, Pina já acumula 19 aparições na equipa principal e é visto como alternativa muito credível.

Para lamento do seu treinador, nos próximos tempos o camisola 79 estorilista ficará entregue ao departamento médico do emblema da Linha de Cascais, tendo a receção ao Portimonense, pela 26.ª jornada, como possibilidade mais forte para o seu regresso à competição.